Enviar por e-mail

Enviar notícia por e-mail
Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem

Comunicar erros

Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia

Calma reizinho, calma!

Júlio César Cardoso *

Imagem: ReproduçãoJúlio César Cardoso(Imagem:Reprodução)Júlio César Cardoso

O reizinho não quer perder a coroa; ainda não acordou de seu sono patológico de presidente da República; está comedo do resultado do mensalão, por que será (?); não sabe o que fazer em casa e deve incomodar muito a sua mulher; demonstra andar muito perdido sem a companhia de um microfone da época sindical; e agora perdeu o senso de vez querendo bagunçar a Suprema Corte. Calma reizinho, calma!

Triste Lula, deveria - para não ser ridicularizado - procurar um curso de madureza e depois tentar fazer um vestibular, quem sabe com os privilégios das cotas ele fosse beneficiado a sentar-se num banco universitário para descolar o seu canudo redentor?

Mas o ex-presidente está impaciente ante a proximidade de julgamento do mensalão no STF. Se ele e seus protegidos políticos não têm culpa em cartório, não deveria imiscuir-se nos trabalhos daquela corte.

Neste momento, os recalcitrantes soldadinhos do PT devem estar perfilados e de prontidão para defender o seu chefe mor, Lula da Silva, depois da publicação da reportagem da revista Veja, abordando o encontro do Lula, ocorrido em 26 de abril, no escritório do ex-ministro Nelson Jobim, com a presença do anfitrião e do ministro do STF Gilmar Mendes, em que coisas do arco da velha foram tratadas de forma indecorosa pelo o ex-presidente da República.

Não é a toa que insinuações preliminares foram arquitetadas pelo PT para interferir no julgamento do mensalão. Vejam, até hoje o partido fez de tudo para interferir no julgamento do STF. Indicou o corrupto, deputado João Paulo Cunha (PT/SP), para presidência da CCJ, da Câmera Federal. Indicou o outro corrupto, ex-deputado José Genoino, para o ministério da Defesa, assessorando o ex-político de toga Nelson Jobim. Indicou o ex-advogado do PT, Dias Toffoli, para o STF. Indicou o advogado do PT e do Lula, Márcio Thomaz Bastos, para o Ministério da Justiça, e hoje ele é um agente duplo, ou seja, advoga no público e no privado, com a chave dos segredos da República.

E não é nenhuma surpresa saber que o ex-presidente Lula tenta desesperadamente – como se fosse um todo-poderoso – interferir na seriedade de nossa suprema corte ao ponderar ao ministro Gilmar Mendes a inconveniência de julgar esse processo agora, o que representaria a prescrição de muitos crimes. Vejam a indignação do ministro Mendes: “Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula”.

Essa falta de ética e de decoro já era conhecida do ex-presidente Lula. Leiam a manifestação do ministro Ayres Brito, presidente do STF, que recebeu um convite do Lula para jantar: “Confesso que, depois que conversei com Gilmar, acendeu uma luz amarela, mas eu mesmo tratei de apagá-la.” E o ministro Celso de Mello, o decano do STF, assim se manifestou: “Se Lula ainda fosse presidente comportamento seria passível de impeachment. Tentar interferir dessa maneira em um julgamento do STF é inaceitável e indecoroso. Rompe todos os limites da ética. Se ainda fosse presidente da República, esse comportamento seria passível de impeachment por configurar infração político-administrativa, em que um chefe do Poder tenta interferir em outro.”

* Júlio César Cardoso é bacharel em Direito e servidor federal aposentado

Keywords: lula, mensalão


Escrito por Opinião em 29/05/2012 às 08h25

Leia mais no blog do(a) Opinião

Avalie:
Média de avaliações:
5 votos
Comente esta reportagem
Comentário
Escreva aqui seu comentário
De onde você é?
Escolha um Estado
Escolha sua Cidade
Quem é você?
Informe o seu Nome
Informe o seu E-mail!

Comentários (27)

  • Luis Carlos Oliveira, Parnaíba-PI disse:
    Deixado em 03/06/2012 às 12h20

    Zé dirceu mensaleiro ama dilma;que ama lula; que ama sarney; que ama colllo de mello; que ama renan calheiro; que ama toda quadrilha. Gilmar Mendes que o diga e temos que botar toda esta corja de corruptos do mensalão nas grades. A corruPTlândia tem que varrida do nosso Brasil!.

  • JOSÉ MARREIROS NUNES, Teresina-PI disse:
    Deixado em 02/06/2012 às 05h41

    Ó! OS MINISTROS QUE SÃO NOMEADOS POR POLÍTICOS SÃO COMO PADRES USAM OS CRIMES SECRETOS PARA CHANTAGEAR.

    L U L A , NADA !

    ANTES DO LULA JÁ EXISTIA PATIFARIA !

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!, Triunfo-PE disse:
    Deixado em 01/06/2012 às 21h30

    Um roteiro para entender Gilmar

    Autor: Luis Nassif

    As investigações da CPI de Cachoeira ainda estão no começo.

    Da relação de gravações constam conversas pinçadas, não contextualizadas, que exigem trabalhos adicionais de investigação para separar o joio do trigo ? as conversas banais das pistas consistentes.

    Aqui vai um pequeno roteiro das menções ao Ministro Gilmar Mendes, com sugestão de pesquisas adicionais, visando esclarecer objetivamente os fatos, inclusive para não cometer injustiças.

    Até agora, levantamentos dos inquéritos da Polícia Federal indicam os seguintes episódios envolvendo o Ministro Gilmar Mendes, do STF(Supremo Tribunal Federal).
    O caso do avião

    No Apenso 1, Volume 2 , página 9, conversa de Carlinhos Cachoeira com o ex-vereador Wladimir Garcez, considerado seu elo com o governador Marconi Perillo.

    Wladimir pede autorização a Cachoeira para que seu avião possa trazer Demóstenes Torres e Gilmar de São Paulo. Provavelmente refere-se a Gilmar Mendes. Cachoeira autoriza e diz para Wladimir preparar o avião, enquanto ele localiza o piloto.

    Houve algum problema e, em um segundo telefonema, Wladimir informa ter conseguido um King Air com um certo Rossini. Na conversa, reitera que junto com Demóstenes viria Gilmar.

    Pesquisa: levantar a chegada de Gilmar e Demóstenes em São Paulo e os registros que comprovem se foram para Brasília no avião emprestado. Gilmar continua devendo os comprovantes de seus gastos na viagem à Alemanha.
    Sobre o araponga de Gilmar

    Na página 47, uma conversa entre Cachoeira e o araponga Jairo, não degravado pela Polícia Federal.

    A conversa é sobre a reportagem do Estadão sobre os "personals arapongas" utilizados por Gilmar Mendes.

    Pesquisa: a degravação da conversa.
    Sobre um habeas corpus a um preso

    No Apenso 1, voluma 3, páginas 84 e 85

    É uma gravação de conversa de Gleyb Ferreira da Cruz com um advogado de nome Eney. Gleyb era homem de confiança de Cachoeira. Olavo, prefeito de Piraquê.

    Eney informa Gleyb sobre um HC impetrado por Olavo Júlio Macedo.. Diz que o relator é Gilmar Mendes. Pede a Gleyb para "manter contato no STF, visando liberar o preso, cujo HC está com o Ministro Gilmar Mendes".

    Pesquisa: resultado do HC, se é que chegou a ser concedido.
    O caso CELG

    No Apenso 1, Volume 5, páginas 115 e 116

    São conversas de Cachoeira com Demóstenes sobre a CELG (Centrais Elétricas de Goiás). O objetivo de Cachoeira era reduzir as dívidas da CELG.

    Na conversa, Demóstenes diz que "conseguimos puxar aqui para o SUPREMO uma ação da CELG aí, viu!? O GILMAR mandou buscar ... deu repercussão geral pro trem aí... pode .. dependendo da decisão dele pode ser que essa CELG .. essa CELG se salva, viu!" A reação de Cachoeira é entusiasmada, propondo uma comemoração a Demóstenes.

    Pesquisa: qual o interesse objetivo de Cachoeira na CELG. Participaria da privatização? E também o trajeto da ação no STF. Qual foi a sentença de Gilmar? A redução da dívida chegou a se concretizar?

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!, Pracuúba-AP disse:
    Deixado em 01/06/2012 às 21h29

    NO DIA QUE REINALDO AZEVEDO FOR JORNALISTA MADRE TERESA SERÁ GENOCIDA!!!!!

    CONTRA FATOS NÃO HÁ POSSIBILIDADE DE MENTIRAS...A NÃO SER QUE VC SEJA MUITO TUCANALHA!!!!

    Gilmar Mendes não é o Supremo

    Jornal do BrasilMauro Santayana
    Gilmar, como advogado-geral da União ? e o fato é conhecido ? recomendara aos agentes do Poder Executivo não cumprirem determinadas ordens judiciais. Como alguém que não respeita as decisões da justiça pode integrar o mais alto tribunal do país? Basta isso para concluir que Fernando Henrique, ao nomear o senhor Gilmar Mendes, demonstrou o seu desprezo pelo STF. O Supremo, pela maioria de seus membros, deveria ter o poder de veto em casos semelhantes.

    Esse comportamento de desrespeito ? vale lembrar ? ocorreu também quando o senhor Francisco Rezek renunciou ao cargo de ministro do Supremo, a fim de se tornar ministro de Relações Exteriores, e voltou ao alto tribunal, reindicado pelo próprio Collor. O episódio, tal como a posterior indicação de Gilmar, trouxe constrangimento à República. Ressalve-se que os conhecimentos jurídicos de Rezek, na opinião dos especialistas, são muito maiores do que os de Gilmar.

    Mas se Rezek não servia como chanceler, por que deveria voltar ao cargo de juiz a que renunciara? São atos como esses, praticados pelo Poder Executivo, que atentam contra a soberania da Justiça, encarnada pelo alto tribunal.

    A nação deve ignorar o esperneio do senhor Gilmar Mendes. Ele busca a confusão, talvez com o propósito de desviar a atenção do país das revelações da CPI. O Congresso não se deve intimidar pela arrogância do ministro, e levar a CPMI às últimas consequências; o STF deve julgar, como se espera, o processo conhecido como Mensalão, como está previsto.

    Acima dos três personagens envolvidos na conversa estranha que só o senhor Mendes confirma, lembremos o aviso latino, de que testis unus, testis nullus, está a nação, em sua perenidade. Está o povo, em seus direitos. Está a República, em suas instituições.

    O senhor Gilmar Mendes não é o Supremo, ainda que dele faça parte. E se sua presença naquele tribunal for danosa à estabilidade republicana ? sempre lembrando a forte advertência de Dallari ? cabe ao Tribunal, em sua soberania, agir na defesa clara da Constituição, tomando todas as medidas exigidas. Para lembrar um autor alemão, Carl Schmitt, que Gilmar deve conhecer bem, soberano é aquele que pratica o ato necessário.

    Engana-se o senhor Gilmar Mendes, quando denuncia uma articulação conspiratória contra o Supremo Tribunal Federal, nas suspeitas correntes de que ele, Gilmar, se encontra envolvido nas penumbrosas relações do senador Demóstenes Torres com o crime organizado em Goiás.

    A articulação conspiratória contra o Supremo partiu de Fernando Henrique Cardoso, quando indicou o seu nome para o mais alto tribunal da República ao Senado Federal, e usou de todo o rolo compressor do Poder Executivo, a fim de obter a aprovação. Registre-se que houve 15 manifestações contrárias, a mais elevada rejeição em votações para o STF nos anais do Senado.

    Com todo o respeito pelos títulos acadêmicos que o candidato ostentava ? e não eram tão numerosos, nem tão importantes assim ? o senhor Gilmar Mendes não trazia, de sua experiência de vida, recomendações maiores. Servira ao senhor Fernando Collor, na Secretaria da Presidência, e talvez não tenha tido tempo, ou interesse, de advertir o presidente das previsíveis dificuldades que viriam do comportamento de auxiliares como PC Farias.

    Afastado do Planalto durante o mandato de Itamar, o senhor Gilmar Mendes a ele retornou, como advogado-geral da União de Fernando Henrique Cardoso. Com a aposentadoria do ministro Néri da Silveira, Fernando Henrique o levou ao Supremo. No mesmo dia em que foi sabatinado, o jurista Dalmo Dallari advertiu que, se Gilmar chegasse ao Supremo, estariam "correndo sério risco a proteção dos direitos no Brasil, o combate à corrupção e a própria normalidade constitucional". Pelo que estamos vendo, Dallari tinha toda a razão.

    A FARSA CAI!

    GILMAR DANTAS SERRA ALCKMIN MENDES NUNES FILHO SABIA QUE VOAVA ÀS CUSTAS DO CACHOEIRA E DA VEJA!!!

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/voar-contradiz-versao-de-gilmar-mendes.html

    As investigações da CPI de Cachoeira ainda estão no começo.

    Da relação de gravações constam conversas pinçadas, não contextualizadas, que exigem trabalhos adicionais de investigação para separar o joio do trigo ? as conversas banais das pistas consistentes.

    Aqui vai um pequeno roteiro das menções ao Ministro Gilmar Mendes, com sugestão de pesquisas adicionais, visando esclarecer objetivamente os fatos, inclusive para não cometer injustiças.

    Até agora, levantamentos dos inquéritos da Polícia Federal indicam os seguintes episódios envolvendo o Ministro Gilmar Mendes, do STF(Supremo Tribunal Federal).
    O caso do avião

    No Apenso 1, Volume 2 , página 9, conversa de Carlinhos Cachoeira com o ex-vereador Wladimir Garcez, considerado seu elo com o governador Marconi Perillo.

    Wladimir pede autorização a Cachoeira para que seu avião possa trazer Demóstenes Torres e Gilmar de São Paulo. Provavelmente refere-se a Gilmar Mendes. Cachoeira autoriza e diz para Wladimir preparar o avião, enquanto ele localiza o piloto.

  • cezar, Porto Alegre-RS disse:
    Deixado em 01/06/2012 às 20h26

    UM CONVITE AOS BAITAS PETRALHAS DEFENSORES DO BORRACHO LULA! QUEM SABE COM UM PORONGO DE BOCAL DE PRATA CEIVANDO UM MATE AMARGO, APROVEITEM O FIM DE SEMANA PARA LER UMAS COZITAS ESCRITAS PELO JORNALISTA REINALDO AZEVEDO SOBRE O LULA, O RATINHO E O SBT DO SILVIO SANTOS QUE O EX-SAPO BARBUDO AJUDOU BOTAR DINHEIRO PÚBLICO PARA SALVAR O PATRIMÔNIO DO EX-BANQUEIRO FALIDO.


    Parece que o Estado de São Paulo, ou ao menos a capital não tem mais juiz Eleitoral, para mandar prender no ato quem faz campanha politica antecipada.

    Blog do Azevedo.

    01 de junho de 2012.

    01/06/2012
    às 6:59
    No Ratinho, Lula rói a Lei Eleitoral, os fatos, as instituições, o decoro, o bom senso? É o passado que insiste em não passar; é a rabada privada paga com a rabada pública!


    Caros, o texto ficou longo (grande novidade!!!), mas acho que dá conta de quase todos os aspectos daquele grotesco espetáculo de ontem à noite. Avaliem. Se gostarem, espalhem.
    *
    Há dias a transgressão à Lei Eleitoral estava anunciada. Lula daria a sua primeira entrevista depois de deixar a Presidência da República ao Programa do Ratinho, do SBT. O SBT é a emissora do empresário e ex-banqueiro Silvio Santos, cujo banco, o Panamericano, quebrou, deixando um rombo de R$ 4,3 bilhões na praça. Isso deveria lhe ter custado o patrimônio pessoal e empresarial. Mas saiu ileso, sem gastar um centavo. O então presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu um jeitinho. Foi um dos maiores escândalos financeiros do país. Voltarei ao ponto mais abaixo. Pois bem: os petistas anunciavam, e a imprensa noticiava: a "entrevista" ao apresentador Ratinho será a primeira de uma série de aparições do ex-presidente em programas de TV para tentar catapultar a candidatura de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo. Ou por outra: o desrespeito à Lei Eleitoral estava sendo, por espantoso que pareça, anunciado. Fazia-se a crônica do crime antes mesmo de ele acontecer. E assim se deu. Só não se esperava que pudessem ir tão longe ? aposta sempre perdida quando se trata de Lula. E foram! Haddad, em pessoa, apareceu a tiracolo, para ter suas virtudes exaltadas por Lula e para tentar, ele mesmo, com peculiar ruindade, vender o seu peixe. Um escracho! Um acinte! Um deboche! A maracutaia que livrou a cara e o bolso de Silvio Santos vivia ali mais um capítulo das compensações, da política do "é dando que se recebe".

    Ataque boçal e antidemocrático
    Lula ? com o concurso do SBT, é evidente! ? não foi além do aceitável apenas quando apareceu com seu candidato, um notável desajeitado, que mal escondia a condição de boneco de mamulengo. A certa altura do programa, Ratinho perguntou ? com aquela falsa espontaneidade que, admita-se, o apresentador encarna muito bem ? se o petista admitia voltar a se candidatar à Presidência da República. Depois de afirmar, obviamente, que Dilma tentará a reeleição, que está fazendo um trabalho extraordinário, não se conteve: "Se ela não quiser ser candidata, vou ser. Não vou permitir que um tucano volte a ser presidente do Brasil". Ainda que a resposta pareça banal na sua boca e, até certo ponto, esperada, é bom que se destaque: não há democracia respeitável no mundo que aceite uma intervenção como essa. Lula transforma um dos partidos de oposição num anátema, como se, na Presidência, tivesse feito um mal ao Brasil. É essa abordagem verdadeiramente criminosa que o petismo tem da política que me causa ? a mim e a quantos possam prezar o regime democrático ? repúdio. Ratinho, com Haddad ali presente, numa programa que tinha justamente o objetivo de tirá-lo da obscuridade eleitoral, não perdeu tempo. Olhou para as câmeras e disparou:
    ? Zé Serra, cê tá ralado!

    O empresário Ratinho, dono de concessões de emissoras de televisão, de tonto só tem o andado e o jeitão. É espertíssimo. Sabe que o tucano José Serra é candidato à Prefeitura de São Paulo e, pois, adversário de Haddad, não à Presidência. Mas estava ali prestando um serviço. Lula havia dado a Silvio Santos, afinal, quando fez a maracutaia do Panamericano, bem mais do que aquilo. A dívida, aliás, é impagável!

    Pagando a rabada de Ratinho com a rabada do povo
    Lula está com a aparência doentia, ainda bastante inchado e rouco, mas o caráter, o que ele tem, já está cem por cento. Nos primeiros instantes de programa, contou que havia prometido a entrevista ao apresentador porque eram amigos pessoais: "Já comi rabada na casa do Ratinho, e o Ratinho comeu rabada na Granja do Torto". O valor de uma e de outra é certamente irrisório, mas não o simbolismo. O apresentador pagou a iguaria que ofereceu a Lula com seu próprio dinheiro, e Lula pagou a que ofereceu a seu amigo com o nosso. Mutatais mutandis (e põe uma montanha de "mutandis" aí?), o acordão do Panamericano foi uma rabada pública de dimensões pantraguélicas! Mas ainda não é a hora de falar disso. Sigamos.

    O país de Lula é assim, fraterno, feito de amizades, compadrios, arranjos, acertos, conversas ao pé do ouvido, transgressões legais, artimanhas, manhas, arranjos à socapa, ilegalidades à sorrelfa, cochichos? À guisa ainda do troca-troca de rabadas, repetiu uma das divisas da República da Companheirada:
    "Eu costumo dizer que um irmão nem sempre é um grande companheiro, mas que um companheiro é sempre um grande irmão".
    Na plateia, o irmão Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo (com os cabelos tingidos, mais negros do que as asas da graúna) e, claro!, Haddad, que logo seria chamado para uma das cadeiras dos entrevistados.

    O câncer e o ataque a quem tem plano de saúde privado
    Aí chegou a hora da exploração eleitoreira do câncer. Lula fez digressões sobre a sua boa saúde até então, sem tomar remédios ? no máximo, disse, ingeria uns Engovs para minimizar os efeitos da "marvada pinga" ?, até que recebeu a notícia da doença. Fez um resumo até bem-humorado das dificuldades para, ora se não faria isto!, atacar aqueles que votaram contra a CPMF e, pasmem!, os brasileiros que têm plano privado de saúde! O homem que se tratou num dos hospitais mais equipados e caros do mundo ? teria sido tudo pago por seu plano de saúde??? ? tem clara noção do contraste entre o tratamento que ele recebe e aquele dispensado por seu governo à população pobre, certo? Quem é o responsável por isso? Ora, os que votaram contra a CPMF! "Se a gente quiser que o povo tenha o tipo de tratamento que eu tive, tem de ter dinheiro". Não! Lula não foi se tratar no SUS ? que ele chegou a declarar "perto da perfeição" e a oferecer como modelo a Obama. Preferiu o Sírio-Libanês. E afirmou, de modo um tanto oblíquo, que o conjunto dos brasileiros só não tem um Sírio-Libanês para chamar de seu por culpa dos adversários.

    A mentira escandalosa sobre os planos de saúde
    Está, sim, um tanto alquebrado, mas, afirmei, o caráter continua o mesmo. É o que sempre digo: doença não é categoria de pensamento, não melhora ninguém. Aproveitou, ainda, para fazer caricatura dos brasileiros que pagam plano privado de saúde, que seriam uns reclamões injustos: "Quem paga o plano de saúde dele? É o estado brasileiro, que não recebe imposto!" Trata-se de uma falsificação grosseira da verdade. Lula sabe muito bem o que é Imposto de Renda e como funciona ? o governo petista bate sucessivos recordes de arrecadação. Quando o contribuinte declara os gastos de saúde está apenas ? atenção! ? deixando de ser tributado sobre aquele valor, mas é mentira que o estado esteja pagando alguma coisa! O coitado está efetivamente tirando um dinheiro do bolso para financiar a sua saúde e a da família. A afirmação é uma mentira, uma vigarice! Terá a oposição prestado atenção que o petista hostilizou, com essa afirmação, milhões de brasileiros obrigados a aderir à saúde privada para fugir do "sistema quase perfeito" de Lula? Se fosse ágil, estaria amanhã nas redes sociais fazendo esse debate. Mas até acordar do sono eterno?

    Aí chegou a hora de Haddad
    Aí chegou a hora de Haddad. Como quem não quer nada, como se a pergunta tivesse acabado de lhe ocorrer, Ratinho indagou por que ele escolhera o ex-ministro da Educação como candidato à Prefeitura de São Paulo. E o ApeDELTA explicou que queria alguém com uma cara nova, que tinha criado o ProUni e 14 universidades federais (mais um número mentiroso!). O candidato, então, foi chamado a integrar a mesa, como entrevistado. Tudo estava tão organizado, que havia até uma "reportagem" com uma estudante do quarto ano de medicina, financiada pelo ProUni. Ela, claro, estava gratíssima aos dois petistas. Setenta por cento das universidades federais estão em greve. Algumas delas não contam nem com sistema de esgoto. Aulas estão sendo ministradas em barracões e prédios improvisados. E isso é apenas um fato. Em 2010, formaram-se menos estudantes em universidades públicas do quem em 2004!

    Exibindo notável falta de treino, um tanto desenxabido, Haddad engrolou ali um discurso segundo o qual os críticos do Bolsa Família (???) acusavam o programa de assistencialista ? o que, atenção!, é falso! Lula roubou o programa do governo FHC, como já provei aqui. Antes de adotá-lo como seu, quem dizia que programas de bolsa deixava o pobre preguiçoso, "sem vontade de plantar macaxeira", era o próprio Lula. E já estava na Presidência da República. Indagado por que quer ser prefeito, Haddad afirmou que pretende melhorar a vida das pessoas do portão para fora ? tarefa que seria da Prefeitura ? porque, do portão para dentro, tudo o que aconteceu de bom aos brasileiros é obra de Lula e, vá lá, de Dilma. E teve a cara de pau de falar justamente sobre saúde, como se o governo do PT não administrasse o país, estados e cidades em que a área vive em petição de miséria. O atendimento na rede municipal de São Paulo é muito superior àquele dispensado pelo governo federal.

    Lula retomou a palavra. Pelo visto, está disposto a ressuscitar a sua pantomima do arranca-rabo de classes ? justo o homem que comandou o arranjo de mais de R$ 4 bilhões do Panamericano? Já chego lá! "Muita gente diz que o Lula só cuida dos pobres"? Meus Deus! Que calúnia! Muita gente diz que eu me pareço com o Brad Pitt, e eu não me ofendo? Ora, quem diz isso? Desconheço. Eu acho que o Lula cuida é mal dos pobres. O ProUni, por exemplo, com raras exceções, é o quê? Faculdade ruim, paga com dinheiro público, para os? pobres! Os ricos vão para as universidades públicas. Mas isso fica para outra hora.

    SBT X Record e os evangélicos
    Ali pelo fim da entrevista, algo curioso se deu. Ratinho anunciou que o Ibope do seu programa estava maior do que "o da emissora do bispo", referindo-se à Record, de Edir Macedo, que concorre com o SBT no esforço de puxar o saco de Lula e do PT. E disse ao ApeDELTA: "Eu estive com o apóstolo Valdomiro [na verdade, é "Valdemiro"], e ele te mandou um abraço. E Lula: "Eu quero falar com ele!". Ratinho responde: "Posso marcar?". O petista disse que sim.

    Pois é? Haddad é amplamente rejeitado, por enquanto, pelos cristãos, tanto católicos como evangélicos, por causa do kit gay preparado para as escolas e da defesa fanática que o PT faz da descriminação do aborto. Valdemiro, originalmente um desgarrado da Igreja Universal do Reino de Deus, de Macedo, é dono da Igreja Mundial do Poder, uma das pentecostais que mais crescem. E esse crescimento tem-se dado justamente sobre a Universal, tomando-lhe fiéis e pastores. Os dois donos de igreja travam uma batalha feroz, com pesadas acusações mútuas. Macedo já pôs o, por assim dizer, "jornalismo" da Record para atacar o adversário do mercado da fé. É bem possível que Lula queira falar com o concorrente de seu amigo Macedo para promover a paz religiosa? O dono da Universal também é proprietário (!) de um partido político, o PRB, que tem, por enquanto, um candidato à prefeitura de São Paulo: Celso Russomano. Nada, certamente, que o Babalorixá de Banânia não possa resolver.

    Agora o Panamericano
    Em 2008, o Banco Panamericano já estava quebrado. Mesmo assim, em 2010, a Caixa Econômica Federal comprou 49% das ações da instituição. Um ano depois, estava quebrado, com um rombo de R$ 4,3 bilhões. A única saída seria Silvio Santos arcar, conforme a lei, com os seus bens pessoais e os das suas empresas. A menos que aparecesse um super-Lula no meio do caminho, como apareceu. O Fundo Garantidor de Créditos (FGC) ficou com o espeto. Luiz Sandoval, ex-presidente do Grupo Silvio Santos, contou tudo à Folha numa entrevista no dia 11 de março. A história de que o FGC é só dinheiro privado é conversa para boi dormir. A "sociedade" com a CEF rendeu a ignominiosa reportagem da "bolina de papel" em 2010, lembram-se? A operação salva-Silvio, rende agora a campanha eleitoral arreganhada para Haddad. Dado o tamanho do socorro ? R$ 4,3 bilhões ?, vem mais coisa por aí.

    Os truques
    É quase certo que a patranha desta quinta será lavada com convites aos demais candidatos à Prefeitura. Aposto que Serra e alguns outros serão convidados, sob o pretexto de garantir condições iguais a todos. Eles irão, claro! Mas se trata de um truque. Não haveria nada de errado em Lula conceder uma entrevista e elogiar fartamente as gestões petistas. Do mesmo modo, o candidato Haddad poderia ter sido entrevistado (outros teriam a sua chance). A malandragem está na operação casada, no uso de um programa de TV para que Lula faça proselitismo em favor do outro, transformando uma suposta entrevista em horário eleitoral gratuito. Ratinho e o SBT puseram um programa da emissora a serviço do lançamento de uma candidatura. A propósito: caso os demais candidatos sejam convidados, devem exigir da produção "reportagens" com pessoas gratas à sua atuação pública.

    "Vamos bater nos jornalistas"
    Ratinho encerrou o programa fazendo um gracejo, convidando Lula para um programa em conjunto, na televisão. Seria o certo. Finalmente, a vocação de animador de auditório! O apresentador emendou: "Tem muito jornalista que bateu em você; vamos bater neles". E Lula respondeu: "Vamos entrevistá-los". Trata-se de um gracejo revelador, a exemplo do troca-troca das rabadas. Políticos não entrevistam jornalistas porque estes, na sua profissão, não se candidatam a cargos públicos nem são sustentados pelo povo ? há alguns que são, mas não são jornalistas, e sim paus-mandados. Lula nunca entendeu direito o trabalho da imprensa, não é? Daí que se dedique, com frequência, a tentativas de censura e intimidação.

    Indagado, finalmente, e de forma indireta, sobre o caso Gilmar Mendes, o petista afirmou que não falaria a respeito se limitou a dizer: "Quem acusou que prove"!. Pois é! Só se Gilmar Mendes estivesse com um microfone na lapela. O relevante é que todo mundo sabe o que aconteceu. Não estivesse Lula ali a roer a Lei Eleitoral, os fatos, as instituições, o decoro e o bom senso, talvez um ou outro ainda pudessem ter direito à dúvida. Mas como duvidar?

    Como acreditar num Lula que se dizia respeitador da lei enquanto a desrespeitava uma vez mais? O passado não quer passar. O passado quer ficar. A tradição de todas as gerações mortas insiste em oprimir como um pesadelo o cérebro dos vivos, como disse aquele?

    Ave, Lula! As instituições, que hão de sobreviver, o espreitam!

    Texto publicado originalmente às 5h10
    Por Reinaldo Azevedo
    Tags: Eleições 2012, Fernando

  • cezar, Porto Alegre-RS disse:
    Deixado em 01/06/2012 às 18h40

    Mas bah tchê! O índio velho, reizinho pernambucano, está impossível. Tem que tomar uns relhaços no espinhaço para saber respeitar o Tribunal Superior. Esse bugre não é gaudério daqui dos pampas, ainda bem, senão a gente daria um jeito nele. Nas madrugadas cinzentas e frias sob uma geada intensa de arrepiar cusco, o Lula seria ordenado a fazer "Cooper"nuzito com os gados bufando como se fossem caldeiras ambulantes até ficar enregelado, e depois se mandaria chamar os PETRALHAS de todas as querências para cuidar do borracho. E nunca mais ele se atreveria a se mostrar de rogado.

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Cachoeirinha-PE disse:
    Deixado em 01/06/2012 às 14h42

    http://www.jb.com.br/pais/noticias/2012/05/30/gilmar-mendes-nao-e-o-supremo/

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Cachoeirinha-PE disse:
    Deixado em 01/06/2012 às 14h36

    Gilmar não é o Supremo
    Mauro Santayana

    Engana-se o Sr. Gilmar Mendes, quando denuncia uma articulação conspiratória contra o Supremo Tribunal Federal, nas suspeitas correntes de que ele, Gilmar, se encontra envolvido nas penumbrosas relações do Senador Demóstenes Torres com o crime organizado em Goiás.
    A articulação conspiratória contra o Supremo partiu de Fernando Henrique Cardoso, quando indicou o seu nome para o mais alto tribunal da República ao Senado Federal, e usou de todo o rolo compressor do Poder Executivo, a fim de obter a aprovação. Registre-se que houve 15 manifestações contrárias, a mais elevada rejeição em votações para o STF nos anais do Senado.
    Com todo o respeito pelos títulos acadêmicos que o candidato ostentava ? e não eram tão numerosos, nem tão importantes assim ? o Sr. Gilmar Mendes não trazia, de sua experiência de vida, recomendações maiores. Servira ao Sr. Fernando Collor, na Secretaria da Presidência, e talvez não tenha tido tempo, ou interesse, de advertir o Presidente das previsíveis dificuldades que viriam do comportamento de auxiliares como P.C. Farias. Afastado do Planalto durante o mandato de Itamar, o Sr. Gilmar Mendes a ele retornou, como Advogado Geral da União de Fernando Henrique Cardoso. Com a aposentadoria do ministro Néri da Silveira, Fernando Henrique o levou ao Supremo. No mesmo dia em que foi sabatinado, o jurista Dalmo Dallari advertiu que, se Gilmar chegasse ao Supremo, estariam "correndo sério risco a proteção dos direitos no Brasil, o combate à corrupção e a própria normalidade constitucional". Pelo que estamos vendo, Dallari tinha toda a razão.
    Gilmar, como advogado geral da União ? e o fato é conhecido ?, recomendara aos agentes do Poder Executivo não cumprirem determinadas ordens judiciais. Como alguém que não respeita as decisões da justiça pode integrar o mais alto tribunal do país? Basta isso para concluir que Fernando Henrique, ao nomear o Sr. Gilmar Mendes, demonstrou o seu desprezo pelo STF. O Supremo, pela maioria de seus membros, deveria ter o poder de veto em casos semelhantes.

  • PiToquio, Acauã-PI disse:
    Deixado em 31/05/2012 às 08h47

    R

    REUNIÃO QUE PARIU A NOTA DO InsTITUTO DO APEDELTA!!!!



    Resumo de reunião dos assessores de Lula. Marqueteiros, advogados e jornalistas chapa-branca. O próprio não está presente. Discute-se como formular uma resposta à imprensa sobre os fatos envolvendo o ex-presidente e o Ministro Gilmar Mendes.

    Ambiente tenso. Televisores ligadas nos canais noticiosos. Tablets e computadores em permanente pesquisa nos blogs de colunistas e dos jornais e revistas. Lula recusa-se a participar da reunião, esperando o resultado final, que virá do conselho de próceres reunido.

    A primeira questão é colocada em discussão. Lula deve dar uma entrevista? Se sim, a qual veículo de comunicação? Com qual teor?

    A decisão é unânime. Lula tem que permanecer calado. Alguém, para ter certeza da decisão tomada, resolve consultar Lula por telefone. E sugere ? como teste ? o pronunciamento esclarecedor. Ouve um palavrão como resposta. Todos já sabem que Lula não falará.

    A tensão cresce. As análises de jornalistas isentos e imparciais (os tais da dita grande imprensa) são demolidoras. Vão da revolta à vergonha. A esgotofesra não consegue conter a enxurrada de indignação. Estão, todos, sem argumentos. Esperam alguma orientação ? como bons blogueiros de aluguel ? para saber o que escrever.

    Chegam a um acordo. Uma nota oficial.

    Um ex-ministro da Justiça, atarefado com a defesa de bicheiros e bandidos do mesmo quilate, adverte para o risco de Lula declarar algo que possa ser desmentido posteriormente, até mesmo na esfera judicial.

    Novo impasse. O homem não irá falar. E não dá para assinar uma nota oficial. Volta-se à estaca zero. Enfim aparece a solução! A nota será assinada pelo Instituto Lula. Pessoa jurídica que não mente por absoluta incapacidade (factual e legal) para tanto: empresas nunca mentem, só seus dirigentes. Se der problema, será coisa do administrador do Instituto. Que não é Lula.

    Resolvido o detalhe da assinatura da nota (mais ou menos) oficial, passa-se ao texto.

    No proximo comentario o PARTO DO MONSTRENGO!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!, Assaí-PR disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 17h18

    MAIS DO TUCANALHA MENDES...

    Gilmar Mendes admite dois voos em aviões cedidos por Demóstenes

    publicado em 29 de maio de 2012 às 21:06

    Mariângela Galucci, de O Estado de S. Paulo

    BRASÍLIA ? O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse nesta terça-feira, 29, que nunca voou em avião de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, mas que por duas vezes viajou em aeronaves cedidas pelo senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). As duas viagens, segundo Mendes, foram de Brasília para Goiânia e realizadas em aviões de uma empresa de táxi aéreo chamada Voar.

    Indagado sobre o fato de o ex-ministro Nelson Jobim não ter confirmado a suposta tentativa de Lula de intimidá-lo, Mendes respondeu: "Se eu fosse Juruna eu gravava a conversa, né? Ficaria interessantíssimo." "Estou dizendo a vocês o que ocorreu. Posso ter uma interpretação errada, é um relato de uma conversa de quase duas horas. Mas os senhores sabem de uma coisa: eu não tenho a tradição de mentir. Eu posso até interpretar os fatos, mas os senhores não me viram me desmentindo ao longo da minha carreira", declarou.

    Mendes contou que não tem falado com Demóstenes, de quem era amigo. Ele disse que antes do escândalo o senador parecia ser uma pessoa diferente.

    http://www.viomundo.com.br/politica/gilmar-mendes-admite-dois-voos-em-avioes-cedidos-por-demostenes.html

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!, Mundo Novo-MS disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 17h11

    GILMAR O BRAÇO JUDUCIÁRIO DO DEMÓSTENES E DO CACHOEIRA....TODOS GRANDES TUCANALHAS!!!!!!!!!

    Estranhíssimo que um ministro do Supremo Tribunal Federal e ex-presidente do mesmo STF vaze conversa reservada com um ex-presidente da República. Muito mais estranho: se a conversa teve tal gravidade, por que Gilmar Mendes não reuniu o tribunal no dia seguinte e não denunciou o fato? Por que não fez uma representação contra Lula? Era o seu dever. Por que esperou um mês para se dizer indignado?
    É digno de um ministro, ex-presidente do Supremo, vazar através da imprensa informações desse teor? Se é que são verdadeiras. Se era para revelar, por que ele mesmo não revelou? Por que esperou a Veja fazer o trabalho para, só então, numa tabelinha, dizer o que disse?
    Nelson Jobim, também ex-presidente do Supremo, em entrevista ao jornal Zero Hora, negou que o Mensalão tenha sido tema da conversa. Contou Jobim: "Foi uma conversa institucional. Não teve nada nos termos em que a Veja está falando".

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Piraí-RJ disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 15h32

    COELHO,

    O FILHO DO LULA PASSOU DE LAVADOR DE BUNDA DE ELEFANTE PARA MEGAEMPRESÁRIO PORQUE É FILHO DO MAIOR E MELHOR ESTADISTA (PRESIDENTE) DA ERA MODERNA.
    RECONHECIDO ASSIM NÃO SÓ POR NÓS BRASILEIROS MAS POR TODO O MUNDO!!!!!!!!!!!!

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Lábrea-AM disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 15h22

    COMO o Coelho pergunto a vcs se não leram os post's.
    Se leram não preciso explicar mais nada. para qualquer Jumento, COMO o Coelho, ele é auto explicativo...

    Lula é muito inteligente.

    Lula indicou 8 ministros para o STF.
    Lula pediria adiamento a um dos dois ou três ministros os quais não foi ele quem indicou?
    Lula pediria adiamento ao ministro indicado por Roubando Henrique Gaboso (FHC)?
    Lula pediria adiamento ao ministro publicamente conhecido como desafeto do PT e de seus governos?
    O Gilmar Dantas, aquele que deu 02 Habeas Corpus ao Daniel Mendes, em menos de 24 horas informou o (falso)teor da conversa à Veja.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou aos colegas do Supremo.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou à AGU.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou ao Congresso.
    Ele, Gilmar Dantas, foi, coincidentemente, à Veja. A Veja do Cachoeira e do Demóstenes!

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!

  • COELHO, Teresina-PI disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 12h30

    TUCANALHAS NUNCA MAIS PODE EXPLICAR COMO O FILHO DO LULA PASSOU DE LAVADOR DE BUNDA DE ELEFANTE PARA MEGAEMPRESÁRIO DO RAMO DOS METRALHAS OU PeTralhas? SE EXPLICAR, PODE DIZER E FAZER TUDO QUE QUIZER...

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Cachoeirinha-PE disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 10h24

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

    Lula é muito inteligente.

    Lula indicou 8 ministros para o STF.
    Lula pediria adiamento a um dos dois ou três ministros os quais não foi ele quem indicou?
    Lula pediria adiamento ao ministro indicado por Roubando Henrique Gaboso (FHC)?
    Lula pediria adiamento ao ministro publicamente conhecido como desafeto do PT e de seus governos?
    O Gilmar Dantas, aquele que deu 02 Habeas Corpus ao Daniel Mendes, em menos de 24 horas informou o (falso)teor da conversa à Veja.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou aos colegas do Supremo.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou à AGU.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou ao Congresso.
    Ele, Gilmar Dantas, foi, coincidentemente, à Veja. A Veja do Cachoeira e do Demóstenes!

    Ele, Gilmar Dantas, informou à Veja, e um mês depois.

    A Veja, todos sabem, é o braço direito dos Bandidos Cachoeira e Demóstenes.

    Enquanto foi presidente do Brasil, 08 ótimos anos, nenhum ministro ventilou qualquer tentativa de ingerência no Supremo pelo Presidente Lula.

    Afastado do poder ele, Lula, inteligente como o é, se prestaria a este papel?
    E logo junto ao Gilmar?
    O Gilmar Dantas Torres da Veja?
    O Gilmar que teve passagens e estadia, e sabe-se lá mais o quê, pagas com o dinheiro corrupto dos Tucanalhas Demóstenes e Cachoeira?
    Berlim ou Conchinchina?

    Estranhíssimo que um ministro do Supremo Tribunal Federal e ex-presidente do mesmo STF vaze conversa reservada com um ex-presidente da República. Muito mais estranho: se a conversa teve tal gravidade, por que Gilmar Mendes não reuniu o tribunal no dia seguinte e não denunciou o fato? Por que não fez uma representação contra Lula? Era o seu dever. Por que esperou um mês para se dizer indignado?
    É digno de um ministro, ex-presidente do Supremo, vazar através da imprensa informações desse teor? Se é que são verdadeiras. Se era para revelar, por que ele mesmo não revelou? Por que esperou a Veja fazer o trabalho para, só então, numa tabelinha, dizer o que disse?
    Nelson Jobim, também ex-presidente do Supremo, em entrevista ao jornal Zero Hora, negou que o Mensalão tenha sido tema da conversa. Contou Jobim: "Foi uma conversa institucional. Não teve nada nos termos em que a Veja está falando".

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Tiros-MG disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 10h22

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

    Lula é muito inteligente.

    Lula indicou 8 ministros para o STF.
    Lula pediria adiamento a um dos dois ou três ministros os quais não foi ele quem indicou?
    Lula pediria adiamento ao ministro indicado por Roubando Henrique Gaboso (FHC)?
    Lula pediria adiamento ao ministro publicamente conhecido como desafeto do PT e de seus governos?
    O Gilmar Dantas, aquele que deu 02 Habeas Corpus ao Daniel Mendes, em menos de 24 horas informou o (falso)teor da conversa à Veja.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou aos colegas do Supremo.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou à AGU.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou ao Congresso.
    Ele, Gilmar Dantas, foi, coincidentemente, à Veja. A Veja do Cachoeira e do Demóstenes!

    Ele, Gilmar Dantas, informou à Veja, e um mês depois.

    A Veja, todos sabem, é o braço direito dos Bandidos Cachoeira e Demóstenes.

    Enquanto foi presidente do Brasil, 08 ótimos anos, nenhum ministro ventilou qualquer tentativa de ingerência no Supremo pelo Presidente Lula.

    Afastado do poder ele, Lula, inteligente como o é, se prestaria a este papel?
    E logo junto ao Gilmar?
    O Gilmar Dantas Torres da Veja?
    O Gilmar que teve passagens e estadia, e sabe-se lá mais o quê, pagas com o dinheiro corrupto dos Tucanalhas Demóstenes e Cachoeira?
    Berlim ou Conchinchina?
    Estranhíssimo que um ministro do Supremo Tribunal Federal e ex-presidente do mesmo STF vaze conversa reservada com um ex-presidente da República. Muito mais estranho: se a conversa teve tal gravidade, por que Gilmar Mendes não reuniu o tribunal no dia seguinte e não denunciou o fato? Por que não fez uma representação contra Lula? Era o seu dever. Por que esperou um mês para se dizer indignado?
    É digno de um ministro, ex-presidente do Supremo, vazar através da imprensa informações desse teor? Se é que são verdadeiras. Se era para revelar, por que ele mesmo não revelou? Por que esperou a Veja fazer o trabalho para, só então, numa tabelinha, dizer o que disse?
    Nelson Jobim, também ex-presidente do Supremo, em entrevista ao jornal Zero Hora, negou que o Mensalão tenha sido tema da conversa. Contou Jobim: "Foi uma conversa institucional. Não teve nada nos termos em que a Veja está falando".

  • JOSÉ MARREIROS NUNES, Teresina-PI disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 08h21

    Ó! ESSES MINISTROS TODOS NOMEADOS POR POLÍTICOS CORRUPTOS INDIRETAMENTE, SÃO DEPENDENTES, TÊM CONLUIOS COM BODEGUEIROS "RICOS" , BANQUEIROS, É , OS AGIOTAS OFICIAIS , ESTES IDIOTAS , TEM SEUS "LARANJAS" INFILTRADOS NOS MINISTÉRIOS E REPARTIÇÕES NO BRASIL TODOS.

    A PROMISCUIDADE DOS REPRESENTANTES DO ESTADO , DO POVO ATÉ DE DEUS COM OS BODEGUEIROS "RICOS" E BANQUEIROS É GRANDE SEM FALAR NO NEPOTISMO. A MOEDA FORTE É O TRÁFICO DE INFLUÊNCIA , PIOR DO QUE O TRÁFICO DE DROGAS E O JOGO DO BICHO, GERANDO O DINHEIRO SUJO QUE É APLICADO NA ESPECULAÇÃO , UMA ECONOMIA SEM O TRABALHO, POR ISSO CLANDESTINA.

  • pItOQUIO, Acauã-PI disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 07h50

    Nossa chgou ao PiAUI o robo dos PTRALARAPIOS, PTRALHAS, PTRASAFADOS, PTRAIMUNDOS, PTRAPICARTAS, não adianta funcionario da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, sgundo o procurador gral da rpublica, OS MARGINAIS VÃO SR PRSOS O ALIBABÁ STÁ SNDO AGORA PROCSSado NO TRIBUNA D 1 , IMAGINM O BBUM SAFADO SQUCU QU AGORA L NÃO TM MAIS FORUM PVILGIADO.....CADIA NSTS MARGINAIS!!!!!!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!, Colíder-MT disse:
    Deixado em 30/05/2012 às 07h45

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

    Lula é muito inteligente.

    Lula indicou 8 ministros para o STF.
    Lula pediria adiamento a um dos dois ou três ministros os quais não foi ele quem indicou?
    Lula pediria adiamento ao ministro indicado por Roubando Henrique Gaboso (FHC)?
    Lula pediria adiamento ao ministro publicamente conhecido como desafeto do PT e de seus governos?
    O Gilmar Dantas, aquele que deu 02 Habeas Corpus ao Daniel Mendes, em menos de 24 horas informou o (falso)teor da conversa à Veja.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou aos colegas do Supremo.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou à AGU.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou ao Congresso.
    Ele, Gilmar Dantas, foi, coincidentemente, à Veja. A Veja do Cachoeira e do Demóstenes!

    Ele, Gilmar Dantas, informou à Veja, e um mês depois.

    A Veja, todos sabem, é o braço direito dos Bandidos Cachoeira e Demóstenes.

    Enquanto foi presidente do Brasil, 08 ótimos anos, nenhum ministro ventilou qualquer tentativa de ingerência no Supremo pelo Presidente Lula.

    Afastado do poder ele, Lula, inteligente como o é, se prestaria a este papel?
    E logo junto ao Gilmar?
    O Gilmar Dantas Torres da Veja?
    O Gilmar que teve passagens e estadia, e sabe-se lá mais o quê, pagas com o dinheiro corrupto dos Tucanalhas Demóstenes e Cachoeira?
    Berlim ou Conchinchina?

  • Paulo Adriano, Teresina-PI disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 21h47

    Gilmar Mendes não mentiu!

    Reinaldo Azevedo de VEJA desmonta a farsa montada. Veja o link:

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/inacreditavel-uol-da-visibilidade-a-um-sujeito-que-maneja-uma-maquina-magica-que-estaria-acusando-que-mendes-mentiu-huuummm-o-portal-so-se-esqueceu-de-dizer-quem-e-o-cara-e-o-que-andou-afirmando/

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!, João Pessoa-PB disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 19h55

    NA UOL....

    GILMAR MENTIU 11 VEZES EM APENAS UMA FALA DE MINUTOS!!!!!!!!

    SE BEM QUE QUALQUER UM QUE VIU A ENTREVSITA DO GILMAR DANTAS PERCEBE CLARAMENTE QUE ELE ESTÁ MENTINDO....
    NEM PRECISAVA DE EXAME PERICIAL!!!!!!!!!


    http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2012/05/29/exame-de-voz-destaca-segmentos-frauduluentos-em-fala-do-ministro-gilmar-mendes.htm

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Cruzeta-RN disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 13h02

    O ministro Gilmar Mendes disse que não entende os motivos que levaram Nelson Jobim e Lula a negarem as afirmações. Questionado sobre o fato de não tomar qualquer medida contra um possível pedido do ex-presidente, afirmou: "Não tenho porquê acionar a Justiça. Não procurei a revista. Só me causou estranheza o comentário feito pelo ex-presidente e eu comentei o caso com algumas pessoas".

    http://g1.globo.com/amazonas/noticia/2012/05/nao-e-problema-meu-afirma-gilmar-mendes-sobre-repercussao-de-fala.html

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Tartarugalzinho-AP disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 12h26

    Estranhíssimo que um ministro do Supremo Tribunal Federal e ex-presidente do mesmo STF vaze conversa reservada com um ex-presidente da República. Muito mais estranho: se a conversa teve tal gravidade, por que Gilmar Mendes não reuniu o tribunal no dia seguinte e não denunciou o fato? Por que não fez uma representação contra Lula? Era o seu dever. Por que esperou um mês para se dizer indignado?
    É digno de um ministro, ex-presidente do Supremo, vazar através da imprensa informações desse teor? Se é que são verdadeiras. Se era para revelar, por que ele mesmo não revelou? Por que esperou a Veja fazer o trabalho para, só então, numa tabelinha, dizer o que disse?
    Nelson Jobim, também ex-presidente do Supremo, em entrevista ao jornal Zero Hora, negou que o Mensalão tenha sido tema da conversa. Contou Jobim: "Foi uma conversa institucional. Não teve nada nos termos em que a Veja está falando".
    Perguntado sobre a hipótese de Lula e Gilmar terem conversado reservadamente, Jobim negou: "Não, não, não".
    E por que a revista Veja? O que já produziu para a história o quarteto Veja, Gilmar, Jobim? e Lula? Em 3 de setembro de 2008, acompanhado de outros ministros do Supremo, Gilmar Mendes foi ao Palácio. Para, como disse então, "chamar às falas o presidente" Lula.
    Isso porque a mesma Veja havia publicado capa sobre grampos. E informado que Gilmar Mendes e o senador Demóstenes Torres tinham sido grampeados.
    O grampo nunca existiu. Mas a cobrança de Gilmar, nisso auxiliado pelo mesmo Jobim, então ministro da Defesa, levou à queda de Paulo Lacerda e diretores da Abin. Mais grave: reverberado por colunas amestradas, o grampo que nunca existiu foi a arma usada para atacar a Operação Satiagraha. Aquela que prendeu Daniel Dantas.
    O campo para os ataques foi a CPI dos Grampos. CPI presidida pelo deputado Marcelo Itagiba. Itagiba, que teve ajuda do presidente do banco de Daniel Dantas para sua campanha. Tudo sempre muito estranho. Ou, muito claro.
    Estranho, por exemplo, que Demóstenes Torres, o mesmo da CPI do Cachoeira, tenha empregado em seu gabinete uma enteada de? Gilmar Mendes.
    Aliás, depois disso tudo, o ministro Gilmar Mendes ainda se considera habilitado para votar no caso Mensalão? Esse gesto do ministro se torna, obviamente, uma declaração de voto antecipada.
    Mais um fato estranho: por que Lula, tão experiente, tão rodado, põe-se outra vez numa conversa do gênero com Jobim e Gilmar Mendes? A assessoria de Lula negou o que Gilmar Mendes diz que ele disse. Se disse, ou tivesse dito, isso seria um desastre.
    De qualquer forma, o ex-presidente Lula cometeu, ao menos, um erro político. Não bastaram o grampo que não existiu e a atuação anterior desse triunvirato Gilmar Mendes, Jobim e Demóstenes Torres?
    O que Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal, foi fazer no escritório de um advogado, Jobim, e com um ex-presidente da República?
    E por que, ainda e mais uma vez, Lula confiou em? Gilmar Mendes?

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, WESTFALIA-RS disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 11h02

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

    Lula é muito inteligente.

    Lula indicou 8 ministros para o STF.
    Lula pediria adiamento a um dos dois ou três ministros os quais não foi ele quem indicou?
    Lula pediria adiamento ao ministro indicado por Roubando Henrique Gaboso (FHC)?
    Lula pediria adiamento ao ministro publicamente conhecido como desafeto do PT e de seus governos?
    O Gilmar Dantas, aquele que deu 02 Habeas Corpus ao Daniel Mendes, em menos de 24 horas informou o (falso)teor da conversa à Veja.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou aos colegas do Supremo.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou à AGU.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou ao Congresso.
    Ele, Gilmar Dantas, foi, coincidentemente, à Veja. A Veja do Cachoeira e do Demóstenes!

    Ele, Gilmar Dantas, informou à Veja, e um mês depois.

    A Veja, todos sabem, é o braço direito dos Bandidos Cachoeira e Demóstenes.

    Enquanto foi presidente do Brasil, 08 ótimos anos, nenhum ministro ventilou qualquer tentativa de ingerência no Supremo pelo Presidente Lula.

    Afastado do poder ele, Lula, inteligente como o é, se prestaria a este papel?
    E logo junto ao Gilmar?
    O Gilmar Dantas Torres da Veja?
    O Gilmar que teve passagens e estadia, e sabe-se lá mais o quê, pagas com o dinheiro corrupto dos Tucanalhas Demóstenes e Cachoeira?
    Berlim ou Conchinchina?

    O Gilmar, aquele do grampo sem aúdio? Lembram do grampo sem aúdio?
    Conversavam, sem aúdio, o Gilmar Dantas e Demóstenes Mendes?
    Amigos de longa data e longos laços....

    Só um bebê acreditaria em alguém metido até o pescoço com o Demóstenes e o Cachoeira.....

    "O ex-presidente nega ter conversado sobre o mensalão no encontro. A versão petista é que foi Mendes quem marcou o encontro pois soubera por um assessor que acompanha os trabalhos na CPI que alguns parlamentares obtiveram a informação de seu encontro com Demóstenes em Berlim. A razão de ele só falar sobre o assunto agora, mais de um mês após o encontro com Lula, seria uma espécie de "vacina" contra o aprofundamento da investigação contra ele pelo PT.

    A razão é que há outras linhas de apuração contra Mendes, como uma eventual influência dele sobre o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, na decisão de não abrir uma ação penal contra Demóstenes no STF após receber os dados da Operação Vegas, em 2009."

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Camboriú-SC disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 10h08

    Lula afirma que nunca interferiu em decisões do Supremo e da Procuradoria-Geral da República nos oito anos que foi presidente, inclusive na ação penal do mensalão.

    "O procurador Antonio Fernando de Souza apresentou a denúncia do chamado mensalão ao STF e depois disso foi reconduzido ao cargo. Eu indiquei oito ministros do Supremo e nenhum deles pode registrar qualquer pressão ou injunção minha em favor de quem quer que seja", afirmou Lula.

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Varre-Sai-RJ disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 09h47

    Celso de Melo emite juízos sobre hipóteses: "se" os fatos de fato ocorreram e "se" Lula ainda fosse presidente, haveria impeachment.

    Pergunto ao Ministro Marco Aurélio se é correto um Ministro do STF (Celso de Melo) emitir juízo sobre hipóteses não confirmadas. Diz ele: "A liturgia do Tribunal realmente é incompatível com certas óticas. Apenas costumo dizer que cada qual assuma a responsabilidade".

    Digo-lhe que não cometerei a indelicadeza de pedir que ele analise a atitude do Ministro Celso Melo ? emitindo juízos sobre hipóteses. Ele Marco Aurélio concorda: "Fica muito difícil para mim criticar o meu decano (Celso de Melo). O que se tem é esse contexto. Temos que esperar para ver o que ocorre durante a semana".

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!

  • TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!!, Piranhas-GO disse:
    Deixado em 29/05/2012 às 09h43

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!!

    Lula é muito inteligente.

    Lula indicou 8 ministros para o STF.
    Lula pediria adiamento a um dois ou três ministros que não foi ele quem indicou?
    Lula pediria adiamento ao ministro indicado por Roubando Henrique Gaboso (FHC)?
    Lula pediria adiamento ao ministro publicamente conhecido como desafeto do PT e de seus governos?
    O Gilmar Dantas, aquele que deu 02 Habeas Corpus ao Daniel Mendes, em menos de 24 horas informou o (falso)teor da conversa à Veja.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou aos colegas do Supremo.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou à AGU.
    Ele, Gilmar Dantas, não informou ao Congresso.
    Ele, Gilmar Dantas, foi, coincidentemente, à Veja. A Veja do Cachoeira e do Demóstenes!

    Ele, Gilmar Dantas, informou à Veja, e um mês depois.

    A Veja, todos sabem, é o braço direito dos Bandidos Cachoeira e Demóstenes.

    Enquanto foi presidente do Brasil, 08 ótimos anos, nenhum ministro ventilou qualquer tentativa de ingerência no Supremo pelo Presidente Lula.

    Afastado do poder ele, Lula, inteligente como o é, se prestaria a este papel?
    E logo junto ao Gilmar?
    O Gilmar Dantas Torres da Veja?
    O Gilmar que teve passagens e estadia, e sabe-se lá mais o quê, pagas com o dinheiro corrupto dos Tucanalhas Demóstenes e Cachoeira?
    Berlim ou Conchinchina?

    O Gilmar, aquele do grampo sem aúdio? Lembram do grampo sem aúdio?
    Conversavam, sem aúdio, o Gilmar Dantas e Demóstenes Mendes?
    Amigos de longa data e longos laços....

    Só um bebê acreditaria em alguém metido até o pescoço com o Demóstenes e o Cachoeira.....

    "O ex-presidente nega ter conversado sobre o mensalão no encontro. A versão petista é que foi Mendes quem marcou o encontro pois soubera por um assessor que acompanha os trabalhos na CPI que alguns parlamentares obtiveram a informação de seu encontro com Demóstenes em Berlim. A razão de ele só falar sobre o assunto agora, mais de um mês após o encontro com Lula, seria uma espécie de "vacina" contra o aprofundamento da investigação contra ele pelo PT.

    A razão é que há outras linhas de apuração contra Mendes, como uma eventual influência dele sobre o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, na decisão de não abrir uma ação penal contra Demóstenes no STF após receber os dados da Operação Vegas, em 2009."

    Por Rodrigo Haidar

    Agora há pouco, conversei com Marco Aurélio, que afirma não ter a menor condição de saber qual versão sobre o encontro é a correta ? a de Gilmar Mendes ou de Nelson Jobim -, mas enfatiza que jamais viu qualquer sinal de Lula tentando influenciar o Supremo.

    "O ex-presidente tem um modo peculiar de falar, mas jamais emitiu qualquer sinal de tentativa de influenciar o Supremo", diz Marco Aurélio.

    TUCANALHAS NUNCA MAIS!!

busca no blog

arquivo