CASO FERNANDA LAGES: Promotores suspeitam que amigas escondem algo importante

- atualizado

Acompanhando as investigações em torno da morte da estudante Fernanda Lages Veras, cujo corpo foi encontrado ao amanhecer do dia 25 de agosto, no pátio posterior do prédio em acabamento do Ministério Público Federal, na avenida João XXIII, os promotores Ubiraci Rocha e Eliardo Cabral, chegaram à conclusão de que uma das "peças" mais importantes para desvendar o mistério que envolve o fato, é Naira Veloso, a "Nairinha", que exercia uma influência fora do normal sobre a estudante morta. Eles suspeitam que ela e as outras garotas que acompanhavam Fernanda em festas privadas em sitios e residências de Teresina, estejam escondendo algo muito importante sob ameaça ou por alguma compensação.

Cabral e Rocha ficaram impressionados com a influência da garota sobre o comportamento de Fernanda, ao ponto de conseguír até mesmo afastá-la do namorado Pablo. O que aconteceu na noite anterior à morte, no estacionamento da Nova Unesce, onde Fernanda se encontrou com o rapaz por volta das 21 horas, é uma prova dessa influência. Nairinha, que se encontrava dentro do Uno preto, conseguiu colocar um fim no encontro dando "toques" no celular e buzinando com insistência até que Fernanda se despediu e rumou para a Novafapi, onde ampliou o grupo.

Natural de Valença, no interior do Estado, Naira Veloso tinha conhecido Fernanda no inicio do mês de junho, menos de três meses antes da morte, conseguindo a partir dai praticamente delimitar os movimentos da estudante, como concluiram alguns levantamentos realizados pelo delegado Paulo Nolgueira, que presidiu o inquérito. As duas, segundo consta, foram apresentadas num festa num sitio da periferia de Teresina.

Imagem: ReproduçãoAo lado de Fernanda Lages, a Ao lado de Fernanda Lages, a "amiga" Nairinha Veloso

Desse dia em diante Fernanda passou a se dedicar muito mais à noite de Teresina, frequentando festas privadas em sitios e residências. Num dos sitios em que esteve, localizado, na estrada de Nazária, logo na saída de Teresina, a presença de Fernanda e outras amigas se deu a pedido de Nairinha.

O proprietário garantiu para um amigo ter emprestado o sitio para uma moça que trabalha na área imobiliária de Teresina, organizadora da festinha que houve lá. A polícia apurou que nessa ocasião nada de grave aconteceu que pudesse relacionar com a morte.

Registros

Os promotores Eliardo Cabral e Ubiraci Rocha suspeitam que tenha acontecido nessas festinhas privadas alguma coisa que levou alguém a desejar o desaparecimento de Fernanda Lages, algo que suas amigas estejam escondendo com medo de represálias ou por outro motivo. Há comentários de veracidade duvidosa de que alguns desses momentos foram registrados com câmeras pelo grupo que acompanhava a estudante de direito.

Ubiraci e Eliardo vão demonstrar essa preocupação aos investigadores da Polícia Federal que assumirão o comando da investigação. Eles estão convíctos de que muita coisa pode ser esclarecida dentro do grupo em que Fernanda se movimentava.

Informações

Na manhã de ontem recebi algumas informações através dos telefones celulares relacionados ai em cima.Estou levantando a vereacidade.Quem quiser contribuir com alguma coisa que saiba pode recorrer também a meu e-mail pessoal fc2006@oi.com.br.Asseguro que jamais o nome de qualquer informante será revelado publicamente ou reservadamente por este repórter.

Voltar para a home

Link do texto:

CASO FERNANDA LAGES: Promotores suspeitam que amigas escondem algo importante
http://www.gp1.com.br/colunistas/caso-fernanda-lages-promotores-suspeitam-que-amigas-escondem-algo-importante-218143.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114

busca

Arquivo