Policiais viajam em busca dos suspeitos do assalto à Servi-San

- atualizado

Uma equipe disfarçada do Greco - Grupo de Repressão ao Crime Organizado viajou, nas últimas horas para tentar prender em estado brasileiro (o município não será revelado para não prejudicar o trabalho) suspeitos de terem participado da operação montada para roubar R$ 15 milhõesdos cofres da empresa de segurança Servi-San, no último dia 11 de dezembro, um domingo. Suspeita-se que a quadrilha tenha pelo menos 20 integrantes. Os carros foram abandonados num sítio da zona rural de Teresina.

A informação de que a equipe viajou na tentativa de prender suspeitos foi obtida por esta coluna através de alta fonte da Secretaria de Segurança Pública. Planejada fora do Piauí, a operação incluiu o sequestro do inspetor de segurança da empresa, Raimundo Nonato Cruz, funcionário há muitos anos do grupo e homem com entrosamento na Polícia Civil.

EXCLUSIVAS

Dinheiro no Piauí

A Polícia acredita que parte do dinheiro roubado da Servi-San não saiu do Piauí e que esteja "sendo solto aos poucos" por envolvidos na operação.

Ano novo, cargo novo...

  • Foto: Lucas Dias/GP1Evaldo GomesEvaldo Gomes

Tudo indica que o PTC de Evaldo Gomes entrará o ano novo participando do Governo de Wellington Dias. Evaldo Gomes, presidente do partido, conversou com o governador e espera tranquilamente ser chamado novamente.

PEC é benéfica

  • Foto: Bárbara Rodrigues/GP1Themistocles FilhoThemistocles Filho

O deputado estadual Themístocles Sampaio Filho entende que a PEC 03/16, do governador Wellington Dias,aprovada pela Assembleia Legislativa, é benéfica para o Piauí.

Ausência foi estratégia

  • Foto: Lucas Dias/GP1Robert Rios Robert Rios

O deputado Robert Rios explica que a ausênciados deputados que não apoiavam a PEC do Governo foi estratégica: se todos tivessem se ausentado, o Governo precisaria colocar 18 deputados no plenário.

Todos contra

  • Foto: GP1Firmino Paulo, Luciano Nunes e Marden MenezesFirmino Paulo, Luciano Nunes e Marden Menezes

Os três deputados do PSDB se ausentaram no dia da votaçãoda PEC do Governo. Marden Menezes e Firmino Paulo defendiam que a discussão fosse ampliada e a proposta votada depois de ouvidos todos os segmentos interessados.

Revelações

Firmino Paulo (PSDB) e Pablo Santos (PMDB) seguramente foram duas boas surpresas no plenário da Assembleia Legislativa nos últimos dois anos.

Posições firmes

Para quem esperava Firmino Paulo, sobrinho de Firmino Filho, se transformar num parlamentar que a todo momento consultaria o tio, houve uma surpresa grande: o discreto delegado da Polícia de Pernambuco tem ideias próprias.

Demonstração

As posições próprias de Firmino Paulo ficaram provadas no dia em que houve tumulto em protesto pela colocação da PEC do Governo: ao contrário da maioria dos colegas, ele minimizou o episódio, dizendo que os servidores tinham o direito de protestar e que alguns atos considerados de vandalismo haviam "partido de uma meia dúzia".

Zé Santana conhece

  • Foto: Divulgação/AscomZé Santana Zé Santana

Em recente entrevista a este repórter, no quadro "Direto ao Ponto" da TV Antena 10, o deputado Zé Santana, demonstrou amplo conhecimento de contabilidade pública e assegurou que a PEC de Wellington Dias fará bem às finanças do Estado.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

MAIS NA WEB

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114