Tomate e cebola estão mais caros desde a última quarta

- atualizado

Tomate e cebola voltaram ao centro das atenções dos consumidores. E não pelo sabor. Os dois produtos estão mais caros desde a última quarta feira, 21 de dezembro.

O interessante é que essa alta sempre costuma acontecer no final e início de cada ano.

O clima (fortes chuvas) e os custos da produção são as justificativas para tais aumentos.

Um quilo de tomate chega a custar quase quatro reais, na Ceapi, em Teresina. Já a cebola pode chegar ao patamar de quase cinco reais um quilo do produto.

Espumantes

Com a chegada do Natal e Réveillon, as redes Extra e Pão de Açúcar já começaram preparar as gôndolas para receber os tradicionais espumantes para comemorar as festas de fim de ano. 

A categoria, que já vem apresentando crescimento de 13% em volume no acumulado do ano, será reforçada para atender à demanda das comemorações de fim de ano. Com a ocasião, as redes esperam aumento de 20% em faturamento em relação ao mesmo período do ano passado.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

MAIS NA WEB

Sobre o autor

Ricardo Moura Fé é jornalista. Noticias sobre economia & negócios. Contato: (86) 9976- 6945