Enviar por e-mail

Enviar notícia por e-mail
Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem

Comunicar erros

Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia
13/05/2012 - 16h48
Eleições 2012

"Acredito que eles não vão anular a eleição. Não houve irregularidades", torce Cícero Magalhães

deputado explicou que o Diretório Estadual do PT vai avaliar o recurso do jornalista Oscar de Barros, ligado ao grupo de Wellington Dias, que questiona a validade das eleições.

GERMANA CHAVES DO GP1
Atualizada em 13/05/2012 - 17h44
O Diretório Estadual do PT vai decidir na segunda-feira (14) qual tese o partido vai seguir nas eleições de 2012 de Teresina: Se coligação com PTB ou chapa majoritária.

A informação foi confirmada pelo deputado estadual Cícero Magalhães (PT), maior líder da vitória da aliança com Elmano Férrer (PTB). Segundo ele, a reunião para tratar sobre o impasse já devia ter sido realizada.

Imagem: Divulgação Deputado Cícero Magalhães (PT)(Imagem:Divulgação )Deputado Cícero Magalhães (PT)

Ele explicou que o Diretório Estadual do PT vai avaliar o recurso do jornalista Oscar de Barros, ligado ao grupo do senador Wellington Dias, que questiona a validade das eleições internas da sigla, que decidiram por acompanhar o prefeito ao invés de candidatura própria.

“O Diretório Estadual tem que avaliar os pontos colocados por Oscar de Barros e dizer se concorda ou não. Se discordar do diretório municipal nós vamos recorrer para o [diretório] nacional com o objetivo de manter a decisão tomada pela maioria, que é de se aliar ao PTB. Se isso viesse ocorrer seria uma intervenção. Contudo, acredito que eles não vão anular a eleição. Não houve irregularidades”, espera o petista.

Descontentamento

O grupo que defende candidatura própria, liderado pelo senador Wellington Dias, foi derrotado no pleito interno da sigla que preferiu apoiar a reeleição do prefeito de Teresina, Elmano Férrer, a lançar chapa majoritária encabeçada por um nome do PT. Esse nome provavelmente seria o da deputa Rejane, esposa do senador. Isso gerou um total descontentamento ao maior líder do Partido dos Trabalhadores (PT) no Piauí [Wellington Dias] que, ao que tudo indica, pretende ir até as ultimas instâncias para tentar mudar o resultado e não se unir aos petebistas nas eleições da capital esse ano.

Imagem: Divulgação Rejane Dias e Wellington Dias (Imagem:Divulgação )Rejane Dias e Wellington Dias

Keywords: deputada rejane dias, senador wellington dias


Saiba mais sobre Piauí

Saiba mais sobre Política

Avalie:
Média de avaliações:
0 votos
Comente esta reportagem
Comentário
Escreva aqui seu comentário
De onde você é?
Escolha um Estado
Escolha sua Cidade
Quem é você?
Informe o seu Nome
Informe o seu E-mail!

Comentários (0)

  • Não há comentários nesta notícia

tempo real


Publicidade