PI - Teresina

Acusado de matar Makelly Castro vai a julgamento nesta quinta

Luís Augusto foi preso em agosto de 2015, após investigações da Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Homicídios.

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

Acontece durante todo o dia de hoje (05) o julgamento de Luís Augusto Antunes, acusado de assassinar a travesti Makelly Castro em julho de 2014. Luís Augusto, que é jornalista e ex-professor universitário, vai a julgamento no 2º Tribunal Popular do Júri de Teresina, na sede do Tribunal de Justiça.

  • Foto: Divulgação/PC/Reprodução/FacebookLuís Augusto e MakellyLuís Augusto e Makelly

Luís Augusto foi preso em agosto de 2015, após investigações da Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Homicídios. Ele também é acusado de agredir fisicamente uma mulher transexual no mesmo período da morte de Makelly Castro.

Para a presidente do Grupo Piauiense de Transexuais e travestis - GPTrans, Maria Laura, o julgamento é um momento importante em que se espera que o suspeito do crime seja punida no rigor da lei. "Nossa finalidade é monitorar o caso, que a gente vem fazendo desde 2014, quando aconteceu o ocorrido, no sentido de a gente punir o culpado desse crime para que não venha acontecer outros casos desse tipo. Então a nossa intenção é inibir essas práticas de crimes de ódio no nosso estado. Depois que o assassino foi preso, a gente não tem registro de assassinatos de travestis e transexuais no mesmo sentido que foi esse, que foi um crime de ódio em relação à identidade de gênero da Makelly. Então nosso objetivo maior é acompanhar, com o desejo que o acusado seja punido na forma da lei.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Maria LauraMaria Laura

Relembre o caso

Makelly foi encontrada morta na manhã do dia 18 de julho de 2014, no Distrito Industrial, zona sul de Teresina. A jovem apresentava sinais de enforcamento. Poucos dias depois, o promotor de justiça Ubiraci Rocha foi designado para acompanhar o caso, que gerou bastante comoção na sociedade teresinense.

MAIS NA WEB