Política

Advogado de Temer diz que deixará a defesa do presidente

Antônio Mariz de Oliveira justifica a saída por já ter atuado na defesa do doleiro Lúcio Funaro, que fez acusações contra o presidente.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O advogado Antônio Mariz de Oliveira informou que deixará a defesa do presidente Michel Temer. Segundo informações do G1, a decisão veio após a Câmara dos Deputados receber, nesta quinta-feira (21), do Supremo Tribunal Federal (STF),nova denúncia contra o presidente.

O advogado alega que vai deixar a defesa do presidente por questões éticas, porque já atuou na defesa do doleiro Lúcio Funaro, e que, por isso, recebeu informações dele relacionadas à nova denúncia contra Temer. Funaro disse em delação ter “certeza” que o presidente Michel Temer recebia parte da propina paga no esquema que atuou na Caixa Econômica Federal e envolvia políticos do PMDB.

  • Foto: Andre Violatti/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

Em resposta à acusação de Funaro, o Palácio do Planalto disse: "É uma mentira absoluta. O presidente contesta de forma categórica qualquer envolvimento de seu nome em negócios escusos."

Os depoimentos de Funaro ao Ministério Público Federal (MPF), foram utilizados pela Procuradoria-geral da República na segunda denúncia apresentada contra Temer, por organização criminosa e obstrução de Justiça, que foi enviada à Câmara dos Deputados na quinta.

MAIS NA WEB