Brasil

Advogado relata uso de chicletes de Viagra na Odebrecht

O grupo lançou nota dizendo que o advogado jamais prestou serviços a empreiteira.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O advogado Rodrigo Tacla Duran, que trabalhou na Odebrecht, acusou os ex-executivos da empreiteira de desviarem dinheiro do departamento de propinas da empresa e disse ainda que era comum, por exemplo, o consumo de chicletes de Viagra antes de certas “reuniões”.

De acordo com informações da Folha de São Paulo, o grupo lançou nota dizendo que “a Odebrecht reafirma que o sr. Rodrigo Duran jamais prestou serviços jurídicos a qualquer empresa da Odebrecht”, disse.

O grupo definiu ainda Tacla como sendo um operador financeiro. “Sua participação em atividades ilícitas foi informada pela Odebrecht às autoridades no processo de colaboração com a Justiça”.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB