Piauí - Teresina

Agentes penitenciários concluem curso da Acadepen em Teresina

A formação teve início ontem (14) e contou com a participação de 52 agentes.

ANDRÉ DOS SANTOS

- atualizado

Foi concluído na tarde desta quarta-feira (15) o curso “Negociador Penitenciário no Piauí”, promovido pela Academia de Formação e Capacitação de Pessoal Penitenciário (Acadepen) do Piauí. A formação teve início ontem (14) e contou com a participação de 52 agentes.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Entrega de certificados da agentes penitenciários Entrega de certificados da agentes penitenciários

Jacinto Teles, diretor da Acadepen, comentou que o curso acrescentou mais conhecimento técnico para os agentes penitenciários do estado. “Hoje, estamos encerrando o primeiro curso de Negociador Penitenciário no Piauí com ênfase no primeiro interventor. É interessante prepara-los para evitar uma rebelião ou até mesmo em caso de uma rebelião, executar as técnicas adequadas e evitar o pior”, disse o diretor ao GP1.

As ministrações foram passadas pelo professor Paulo José Rodrigues, do Ceará. “Eu vim para cá para oferecer aportes pedagógicos. Nesse momento, estamos concluindo este curso para casos de tomadas de reféns, porque o agente penitenciário pode encontrar no ambiente carcerário um ambiente onde a pessoa pode ser tomada de refém, profissional, servidor ou até mesmo um interno”, esclareceu.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Curso de Negociador PenitenciárioCurso de Negociador Penitenciário

“Não queremos que haja mortes, feridos e que a rendição seja negociável sem que haja uma situação violenta. E esse curso favorece uma tomada de decisão mais consciente”, complementou. Esta é a primeira edição do curso “Negociador Penitenciário no Piauí”. Os 52 agentes vão receber um certificado que equivale a 16 horas. A Acadepen é um órgão da Secretaria de Justiça do Estado (Sejus).

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB