Política

Aliados de Temer querem pedir impeachment de Rodrigo Janot

A equipe Temer trabalha para conseguir anular as provas conseguidas contra o presidente na delação premiada.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O jornal Folha de São Paulo, informou nessa quarta-feira (6) que a base do presidente Michel Temer (PMDB) no Congresso Nacional está trabalhando para tentar pressionar e desgastar a imagem do procurador-geral da república Rodrigo Janot, que tem feito denúncias contra vários políticos e é tratado como um inimigo de Temer. Eles pretendem pedir o impeachment do procurador.

Janot encerra seu mandato no dia 17 de setembro e depois assume Raquel Dodge, que foi escolhida por Temer como a nova procuradora-geral de Justiça. Antes de sair do cargo, Janot tem feito várias denúncias, recentemente contra membros do PTe do PP, e ele ainda deve apresentar uma nova denúncia contra Temer.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

Para pressionar Janot sobre essa nova denúncia contra o presidente, os parlamentares devem convocar ele para uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que irá apurar os procedimentos doacordo de delação da JBS, devido aos recentes áudios divulgados pelo procurador. Além disso, eles articulam fazer um pedido de impeachment.

Com aval do presidente Temer, os parlamentares ainda querem colocar para votação projetos que afetam diretamente os membros judiciários, como o projeto que regulamenta o teto salarial do judiciário e o de abuso de autoridade, que já foi aprovado no Senado e prevê mais de 30 ações que podem ser consideradas abuso de autoridade, com penas que variam entre seis meses e quatro anos de prisão para atos cometidos por servidores públicos e membros dos três poderes da República, do Ministério Público, dos tribunais e conselhos de contas e das Forças Armadas.

  • Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoRodrigo Janot Rodrigo Janot

A equipe Temer trabalha para conseguir anular as provas conseguidas contra o presidente na delação premiada realizada pelos executivos do grupo J&F. Eles ainda tentam fazer com que arelação de Janot com o procurador Marcelo Miller seja questionada ao ponto de tirar a credibilidade do procurador no processo da delação premiada.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB