Piauí - Teresina

Alunos reclamam de atraso em pagamentos de bolsas na UESPI

O DCE afirmou na nota emitida na manhã desta segunda-feira (20), que os atrasos chegam a durar mais de 60 dias.

CARLOS GAETH

- atualizado

Alunos da Universidade Estadual do Piauí denunciam o atraso no repasses de bolsas estudantis da instituição. Segundo uma nota emitida pelo Diretório Central do Estudantes da UESPI (DCE), o Governo do Estado não cumpriu com um acordo, que tinha como objetivo realizar os pagamento no 10º dia útil de cada mês.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Universidade Estadual do Piauí (UESPI) Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

O DCE ainda afirmou na nota emitida na manhã desta segunda-feira (20), que os atrasos chegam a durar mais de 60 dias e conceituou o fato como irresponsabilidade do governo para com a assistência estudantil. Procurada pelo GP1, a assessoria da UESPI não foi localizada para comentar o assunto.

Confira a nota do DCE na íntegra

O Diretório Central do Estudantes da UESPI demonstra, por meio desta nota, repúdio a forma como a administração superior da UESPI e o governo do estado de W. DIAS conduzem a assistência estudantil na universidade. São constantes os atrasos de mais de 2 meses no pagamento das bolsas estudantis na universidade. No início do ano, a desculpa era de que a Secretaria de Fazenda estava alterando seu sistema e que em breve todos os estudantes beneficiados seriam cadastrados. Entretanto, passaram cerca de 30 dias da mudança desse sistema e o pagamento não foi colocado em dia, denotando a falta de responsabilidade do governo do estado com a assistência estudantil.

Além do mais, o governador não cumpriu a promessa, feita na época da greve, de que o pagamento das bolsas seria regularizado e elas seriam a ser pagas todo 10º dia útil do mês subsequente.