Política

Antonio Félix se licencia e B. Sazinho assume vaga na Assembleia

Com a entrada iminente entrada de B. Sazinho chegará a 11 o número de suplentes convocados.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O deputado estadual Antonio Félix (PSD-PI) vai se licenciar do mandato na próxima semana para assumir a presidência da Fundação Humberto Reis da Silveira (Fundalegis). A informação foi confirmada pelo parlamentar ao GP1, na manhã desta terça-feira (20).

Ele adiantou que o convite partiu do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), Themístocles Sampaio Filho (PMDB). Segundo Félix, um dos principais objetivos será alinhar o compasso do ministro das Comunicações Gilberto Kassab, que é do PSD, com algumas questões de interesse da TV Assembleia.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Antonio FélixAntonio Félix

“Foi feito convite pela presidência da Assembleia porque existe hoje uma dificuldade muito grande com relação à TV Assembleia e o ministro das Comunicações é do nosso partido. Portanto, fui convidado para assumir a Fundalegis, dentre outras coisas, com essa missão de solucionar a problemática da TV, além de outras ações a mais que iremos fazer a frente da Fundação. Para isso, me licenciarei na próxima semana”, adiantou o parlamentar.

Quem assume?

Com a saída de Antonio Félix a vaga deixada por ele será ocupada por B. Sazinho, que é filho do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Oeiras, B. Sá. Com mais essa convocação, chegará a 11 o número de suplentes convocados para o parlamento.

A articulação para chamada de B. Sazinho iniciou depois que o também suplente Mauro Tapety (PMDB) assumiu uma vaga na Alepi. O problema é que as duas famílias são adversárias no município de Oeiras (PI) e quando o Tapety foi convocado os Sá se sentiram desprestigiados e começaram a reivindicar espaço na Assembleia.