Política

Assis Carvalho diz que todos querem estar ao lado de Wellington

“Se Wellington tivesse mal nas pesquisas muitas forças que se aproximaram estariam próximo dele? Ou seja, todo mundo quer estar perto de quem está bem na fita, é a vida", disse Assis.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O deputado federal e presidente da executiva estadual do PT no Piauí, Assis Carvalho, disse que todos querem estar ao lado do governador Wellington Dias (PT) por conta dos bons índices que o chefe do executivo piauiense tem alcançado nas pesquisas.

As colocações do parlamentar foram em resposta às críticas ao ingresso do PMDB no Governo do PT, uma vez que, muitos petistas creditam ao peemedebistas a pecha de “golpistas” que colaboraram com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

  • Foto: José Maria Barros/GP1 Assis Carvalho promete ajudar gestão do Padre WalmirAssis Carvalho promete ajudar gestão do Padre Walmir

“Se Wellington tivesse mal nas pesquisas muitas forças que se aproximaram estariam próximas dele? Ou seja, todo mundo quer estar perto de quem está bem na fita, é a vida. Se Wellington estivesse com abraço de afogados como está o Temer ninguém faria questão de ficar ao lado. Segundo, o modelo político nacional não tem uma verticalidade onde o tratamento do Rio Grande do Sul é igual ao do Piauí. No Brasil, tivemos aliança com todos os tipos de partido vendo a questão local, isso é da política brasileira”, disse o parlamentar que seguiu analisando a situação.

”Estou fazendo esforço para melhorar o modelo político onde possamos ter alianças programáticas que hoje são pragmáticas por força da legislação brasileira. Eu não quero falar de partido especifico, mas se tivesse que tratar da questão do PMDB pra mim seria um problema menor. No campo nacional o PMDB até fez uma votação politicamente correta porque foi contra ao golpe com o voto do deputado Marcelo Castro. Portanto, depende muito do ponto que se está olhando”, ponderou Assis Carvalho.

Mais conteúdo sobre: