Piauí - Teresina

Associação de Bombeiros questiona novo concurso para soldado

De acordo com a associação, o concurso anterior não foi anulado, ou seja, ainda está em andamento.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

A Associação de Bombeiros Militares do Piauí (ABMEPI) está questionando o anúncio feito nesta terça-feira (29), de um novo concurso para soldados do Corpo de Bombeiros do Piauí. De acordo com a associação, o concurso anterior não foi anulado, ou seja, ainda está em andamento, e isso pode causar um atraso maior no reforço da corporação devido a problemas judiciais.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Tenente Flaubert Rocha Tenente Flaubert Rocha

"O concurso não foi anulado, apenas as provas de soldado, então deveria ser resolvido o anterior para depois abrir um novo edital. O edital é completo, você não pode cancelar ele por partes. Tem que resolver o problema, como fica as pessoas que se inscreveram? Vai ser devolvido o dinheiro? O que vai acontecer com eles?", questionou o tenente Flaubert Rocha, da ABMEPI.

O tenente Flaubert Rocha afirma que os candidatos do certame anterior estão aguardando a marcação de novas provas. "Nossa preocupação é que aconteça um problema jurídico envolvendo o concurso anterior e esse novo atrase ainda mais o reforço no efetivo, porque ele é necessário. O Corpo de Bombeiros do Piauí tem o menor efetivo do Brasil, a gente necessita demais", completou.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros do Piauí conta com pouco mais de 300 membros. O novo certame tem objetivo de preencher praticamente a mesma quantidade de vagas para soltado que o anterior, 110. A ABMEPI informou que está tentando contato com o secretário de segurança pública, Fábio Abreu, para verificar a situação.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB