Mundo

Ataque a cassino deixa 36 pessoas mortas nas Filipinas

Polícia informou que um homem invadiu o cassino para roubas US$ 2,6 milhões em fichas.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Um ataque no complexo Resorts World, na capital das Filipinas, Manila, deixou dezenas de mortos na madrugada desta sexta-feira (02), no horário local. De acordo com informações do G1, pelo menos 36 pessoas morreram intoxicadas após um homem incendiar mesas no complexo.

A CNN disse que a polícia voltou atrás e informou que 35 corpos foram encontrados no local, mas não está claro se o agressor está entre eles. Os mortos estavam entre o segundo e o oitavo andar do complexo Resort World Manila, que abriga um hotel, um cinema, um cassino, restaurante e shopping.

O suspeito estava armado com uma carabina M4 e chegou até a área onde funcionava o cassino, no 2º andar, atirou com um rifle encontra um monitor de televisão, espalhou gasolina em uma mesa de apostas e ateou fogo. Ele atirou novamente em direção ao local onde as fichas de jogo eram guardadas e colocou várias fichas em uma mochila.

  • Foto: DivulgaçãoAcusado de atear fogo em complexo nas FilipinasAcusado de atear fogo em complexo nas Filipinas

Segundo a polícia, o criminoso teria levado o equivalente a 113 milhões de pesos filipinos, ou seja, 2,3 milhões de dólares. A ação foi reivindicada pelo grupo Estados Islâmico (EI), mas a polícia e o porta-voz da presidência afirmaram que não se trata de terrorismo.O chefe da polícia nacional, Ronald dela Rosa, afirmou que que o incidente pode ter sido um roubo.

O suspeito, após o ataque ao cassino, se escondei no quinto andar, enrolou-se em lençóis molhados com gasolina e ateou fogo. O corpo foi encontrado carbonizado. Após o incidente, a fumaça tomou conta do complexo. Para a polícia, ele buscava roubar 130 milhões de pesos filipinos. O chefe de polícia de Manila, Oscar Albayalde, afirmou o criminoso provavelmente era um estrangeiro. "Parecia caucasiano, falava inglês, alto e branco. Foi simplesmente um roubo e o mais provável é que tenha sido executado por um perturbado", declarou.

Mais conteúdo sobre: