Esportes

Avião com time da Chapecoense cai e deixa mortos na Colômbia

De acordo com o G1, no voo havia 81 pessoas e até o momento as autoridades colombianas confirmam a morte de 75 entre passageiros e tripulantes.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Um avião que transportava a delegação do time da Chapecoense caiu na madrugada desta terça-feira (29), e deixou pelo menos 71 pessoas mortas, quando se deslocava para Medelin, na Colômbia, onde a equipe faria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.

De acordo com o G1, inicialmente havia a estimativa de que no voo havia 81 pessoas, mas depois as autoridades colombianas confirmam a morte de 71 entre passageiros e tripulantes. Algumas delas foram resgatadas com vida: os jogadores Alan Ruschel (lateral direito),  Helio Zempier Neto (zagueiro) e Follmann (goleiro), o jornalista Rafael Henzela, a comissária Ximena Suarez e o técnico Erwin Tumiri, ambos da tripulação. O goleiro Danilo também chegou a ser resgatado com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

  • Foto: EFEJogador sendo resgatado com vidaJogador resgatado com vida

General José Acevedo, chefe da polícia de Antioquia disse por volta das 5h da manhã que iriam iniciar o processo de retiragem dos corpos. "Estamos trabalhando também para resgatar os corpos dos mortos entregar às suas famílias. Conseguimos resgatar cinco pessoas com vida. Quando amanhecer, vamos retirar os corpos e iniciar o processo para enviar ao país de origem das pessoas."

A imprensa local informou que a aeronave perdeu o contato com a torre de controle às 22h15 (1h15 no horário de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín. Desde então, uma operação de emergência foi ativada para atender ao acidente.

  • Foto: Twitter/Departamento de Polícia de AntioquiaEquipes já retiraram os corpos do localEquipes já retiraram os corpos do local

A confirmação do resgate do zagueiro Neto aconteceu por volta das 8h30 da manhã. O jornal de Medellín "O Colombiano" afirma que a equipe de resgate ouviu gemidos às 4h40 da manhã e conseguiu tirá-lo dos escombros em cerca de 20 minutos. 

Autoridades, jornalistas e pessoas ligadas ao esporte lamentaram o acidente.

Confederação Brasileira de Futebol:
"A CBF manifesta a sua consternação com as notícias que chegam da Colômbia, dando conta de um acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados, a caminho do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. Estamos em contato com a Conmebol, autoridades locais e representantes do clubes em busca de mais informações, antes de quaisquer possíveis medidas quanto ao andamento do futebol brasileiro.
Desde já, manifestamos a nossa solidariedade e direcionamos nossas orações aos passageiros e tripulantes do voo. #ForçaChape"

Presidente Michel Temer:
"Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras,  expresso minha solidariedade. Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível.  A aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados. O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional."

Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol):
"A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que foi notificada por autoridades colombianas de que o avião que viajava a delegação da Chapecoense, do Brasil, sofreu um acidente em sua chegada a Colômbia. Estamos em contato com autoridades e na espera de notícias oficiais. A família Conmebol lamenta enormemente o ocorrido. Todas as atividades estão suspensas até novo aviso. O presidente Alejandro Domínguez está se dirigindo a Medellín."

Veja a relação de quem estaria a bordo: 

Atletas:
 Alan Ruschel, Ananias, Arthur Maia, Bruno Rangel, Juninho, Cléber Santana, Danilo, Dener, Filipe Machado, Jakson Follmann, Gil, Gimenez, Kempes, Lucas Gomes, Matheus Biteco, Neto, Sérgio Manoel, William Thiego, Tiaguinho, Josimar, Marcelo e Mateus Caramelo.

Comissão técnica: Caio Júnior, Eduardo de Castro Filho, Anderson Paixão, Anderson Roberto Martins, Marcio Bestene Koury, Rafael Gobbato, Luiz Cesar Martins Cunha, Luiz Felipe Grohs, Sergio Luis Ferreira de Jesus, Anderson Donizette Lucas, Adriano Wulff Bitencourt, Cleberson Fernando da Silva, Emerson Fabio di Domenico, Eduardo Luiz Preuss, Mario Luiz Stumpf, Sandro Luiz Pallaoro

Dirigentes: Nilson Folle Junior, Decio Sebastião Burtet Filho, Jandir Bondignon, Gilberto Pace Thomas, Mauro Dal Bello, Edir Félix de Marco, Davií Barela Bavi, Ricardo Philippi Porto, Delfim Peixoto.

Jornalistas: Victorino Chermont, Rodrigo Santana Gonçalves, Deva Pascovitch, Licacio Pereira Junior, Paulo Júlio Clement, Mario Sérgio, Guilherme Marques, Ari de Araújo Junior, Guilherme Laars, Giovane Klein Victória, Bruno Mauri da Silva, Djalma Araújo Neto, André Luis Goulart Podiacki, Laion Machado Espíndola, Rafael Henzel, Renan Carlos Agnolin, Fernando Schardong, Edson Luiz Ebeliny, Gelson Galiotto, Douglas Dorneles, Jacir Biavatti

Tripulação: Miguel Quiróga, Ovar Goytia, Sisy Arias, Romel Vacaflores, Ximena Suarez, Alex Quispe, Gustavo Encina, Erwin Tumiri, Angel Lugo.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Avião com time da Chapecoense cai e deixa mortos na Colômbia
http://www.gp1.com.br/noticias/aviao-com-time-da-chapecoense-cai-e-deixa-mortos-na-colombia-405124.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.