Piauí - Teresina

Bandido é baleado em confronto com a polícia no bairro Promorar

O assaltante levou um tiro no tórax, depois da UPA ele foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

LUCAS MARREIROS

- atualizado

Um jovem identificado como David Anderson Cruz, mais conhecido como Deivin, foi atingido por policiais militares durante troca de tiros, no final da manhã desta terça-feira (01), na Vila Maria, região do Promorar, na zona sul de Teresina. De acordo com o capitão Paulo Silas, comandante da Companhia Independente de Policiamento (CIP) do Promorar, ele é suspeito de uma série de assaltos na região.

  • Foto: Lucas Marreiros/GP1Capitão Paulo SilasCapitão Paulo Silas

Segundo o capitão Silas, várias vítimas procuraram a CIP do Promorar durante a manhã de hoje (01) relatando que tinham sido assaltadas e a descrição das vítimas apontava para o mesmo autor, e se encaixava com a de Deivin. Diante disso, uma guarnição começou a realizar diligências na região.

Durante a patrulha, policiais na viatura se depararam com uma das vítimas do suspeito, que pediu ajuda à polícia e seguiu na viatura a procura do criminoso. “Poucas quadras à frente, os policiais localizaram Deivin, foi dada voz de prisão para que ele se entregasse, colocasse as mãos pra cima e a arma no chão, mas não foi obedecido. Ele disparou contra os policiais que foram obrigados a efetuar disparos que atingiram o indivíduo, que foi socorrido também pelos policiais e trazido para a UPA”, relatou o comandante da CIP do Promorar.

  • Foto: Lucas Marreiros/GP1UPA do PromorarUPA do Promorar

A vítima que estava na viatura e preferiu não ser identificada explicou como tudo aconteceu: "Estávamos no restaurante trabalhando, fechando as quentinhas, tinha um casal de clientes que eu estava atendendo quando esse rapaz chegou com a arma em punho. Eu pensei que fosse uma brincadeira com o cliente, que fosse algum conhecido dele, então não dei importância, aí ele saiu me empurrando no sentindo da cozinha, eu puxei meu esposo, ele pediu o dinheiro e nós repassamos o dinheiro apurado”, relatou.

O assaltante levou cerca de R$150 reais das vítimas. “Ele foi muito estupido e ignorante com a arma, eu tentei apaziguar, adulando, chamando de meu filho, tudo isso pra ver se abrandava o coração dele, mas ele simplesmente arrecadou o que tinha e saiu, ainda chegou na porta olhou pra traz com o arma intimidando, aí saiu correndo, a pé mesmo. Não estou bem, estou assustada", desabafou a vítima que também é professora.

David Anderson Cruz foi alvejado por três disparos de arma de fogo. Inicialmente, os policiais levaram ele para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Promorar, de lá ele foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde ele passou por cirurgia devido aos ferimentos de bala, que atingiram o tórax, uma perna e um dos braços.

  • Foto: Lucas Marreiros/GP1PM apreendeu arma de fogo, dinheiro e drogasPM apreendeu arma de fogo, dinheiro e drogas
Mais conteúdo sobre: