Brasil

Brasil suspende exportação de carne de 21 empresas

A venda dos produtos fabricados por empresas investigadas na Operação Carne Fraca continua liberada para o consumidor brasileiro.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O Brasil suspendeu a exportação de carne das 21 empresas investigadas na Operação Carne Fraca, que investiga um esquema de corrupção envolvendo fiscais agropecuários e frigoríficos. Segundo o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, não serão emitidos certificados de exportação para essas empresas.

De acordo com informações da Veja, a venda dos produtos fabricados por essas empresas continuará liberada para o consumidor brasileiro. Maggi afirmou que essas companhias estão sob um regime especial de fiscalização. “Não há qualquer preocupação. O que aconteceu foi um desvio de pessoas, que já foram afastadas. Espero que as demais estejam trabalhando dentro da lisura e ética que convém.”

  • Foto: Lucas Dias/GP1Frango a Passarinho da Seara à venda no Extra Supermercado Frango a Passarinho da Seara à venda no Extra Supermercado

O ministro disse ainda, que o consumidor brasileiro pode continuar comprando suas carnes com tranquilidade, pois confia na qualidade do produto. “A garantia é que nosso sistema é forte, mas está sob suspeição.  Não posso acabar com uma cadeia produtiva inteira por suspeição. Se olhar por que estão sob suspeita, ninguém será por adulteração de produto, não é sobre qualidade. São problemas de relacionamento de fiscais com frigoríficos. A suspeição não é sobre a qualidade”, disse.

Maggi afirmou que o governo está trabalhando para que as restrições fiquem restritas apenas às 21 empresas que estão sob suspeita. No mercado interno, três fábricas foram interditadas: a da BRF localizada em Mineiros (GO) e as da Peccin Agro Industrial em Jaraguá do Sul (SC) e Curitiba. As demais passarão por auditoria nas próximas três semanas.

Saiba quais são os 21 frigoríficos investigados, segundo o Ministério da Agricultura:

  1. Frigorífico Oregon (Apucarana-PR)
  2. Frango DM Indústria e Comércio de Alimentos (Arapongas-PR)
  3. Seara Alimentos (Lapa-PR)
  4. Peccin Agro Industrial (Jaraguá do Sul-SC)
  5. BRF (Mineiros-GO)
  6. Frigorífico Argus (São José dos Pinhais-PR)
  7. Frigomax Frigorífico e Comércio de Carnes (Arapongas-PR)
  8. Industria e comercio de Carnes Frigosantos (Campo Magro-PR)
  9. Peccin Agro Industrial (Curitiba-PR)
  10. JJZ Alimentos (Goianira-GO)
  11. Balsa Comércio de Alimentos Eireli (Balsa Nova-PR)
  12. Madero Indústria e Comércio (Ponta Grossa-PR)
  13. Frigorífico Rainha da Paz) (Ibiporã-PR)
  14. Indústria de Laticínios S.S.P.M.A. (Sapopemba-PR)
  15. Breyer & Cia (União da Vitória-PR)
  16. Frigorífico Larissa (Iporã-PR)
  17. Central de Carnes Paranaense (Colombo-PR)
  18. Frigorífico Souza Ramos (Colombo-PR)
  19. E.H. Constantino & Constantino (Londrina-PR)
  20. Fábrica de Farinha de Carnes Castro (Castro-PR)
  21. Transmeat Logística, Transportes e Serviços (Balsa Nova-PR