Política

Câmara de Belém do Piauí aumenta salário do prefeito para R$ 9 mil

O projeto de lei foi aprovado pelos vereadores em sessão ordinária realizada dia 24 de agosto e depois sancionado pela prefeita Débora Carvalho.

JOSÉ MARIA BARROS

Em sessão ordinária realizada no dia 24 de agosto, a Câmara Municipal de Belém do Piauí aprovou Projeto de Lei fixando em nove mil reais mensais o salário do prefeito. A proposta tem efeitos a partir do dia 1º de janeiro de 2017.

O prefeito eleito de Belém do Piauí, Ademar Aluísio de Carvalho (PMDB), toma posse no dia 1º de janeiro do próximo ano e, no final do mesmo mês, já recebe o novo salário fixado em nove mil reais. Seu companheiro de chapa, Francisco Reis de Carvalho Bento, o Tico (PP), receberá 4 mil e 500 reais.

A mesma lei fixou o salário dos secretários municipais de Belém do Piauí em dois mil reais mensais. Os valores referentes aos salários do prefeito, do vice e do secretariado serão revistos anualmente. Tanto o prefeito, como o vice, quando em licença por motivo de saúde ou férias, perceberão, integralmente o seu subsídio.

Salário dos vereadores

Na mesma sessão os vereadores de Belém do Piauí aumentaram os próprios salários. A partir de 1º de janeiro do próximo ano eles vão perceber mensalmente R$ 2.965,00. Já o presidente da Câmara receberá por mês R$ 3.946,00.

A Câmara Municipal de Belém do Piauí realiza duas sessões ordinárias por mês, com início às 17h e término às 20 horas. Desmembrado de Padre Marcos, Belém do Piauí foi elevado à categoria de município pela lei estadual nº 4810, de 14 de dezembro de 1995. Fica situado na região de Picos e, segundo dados do IBGE, possui apenas 3.284 habitantes.


Link do texto:

Câmara de Belém do Piauí aumenta salário do prefeito para R$ 9 mil
http://www.gp1.com.br/noticias/camara-de-belem-do-piaui-aumenta-salario-do-prefeito-para-r-9-mil-402635.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.