Piauí - Teresina

Caminhão carregado de algodão tomba na BR 343 em Teresina

Segundo a PRF, a principal suspeita da causa do acidente é que o condutor do veículo tenha ultrapassado a velocidade permitida no trecho.

PRISCILA CALDAS

- atualizado

Caminhão carregado de algodão tomba na BR 343 em Teresina

Por volta das sete horas desta quinta-feira (13), na BR 343, em Teresina, um caminhão bitrem, de placa OBJ-9174, carregado de algodão, tombou e parte da carga do veículo caiu na via. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi até o local do acidente e fez o controle do tráfego.

De acordo com o chefe de policiamento da PRF, Ricardo Farias, a principal suspeita da causa do acidente é que o condutor do veículo tenha ultrapassado a velocidade permitida no trecho.

“O caminhão fez o contorno da rotatória em uma velocidade superior a recomendada e terminou tombando. Agora nós vamos fazer o controle de tráfego, aguardando que a empresa responsável providencie a remoção da carga e do veículo”, disse Ricardo Farias em entrevista ao GP1.

  • Foto: Lucas Dias/GP1O caminhão tombou na BR 343O caminhão tombou na BR 343

Segundo a PRF a velocidade do trecho é a padrão (110 KM/H) para veículos pequenos. “Só que o caso dele é porque nesse ponto do trecho é uma rotatória, daí que cada veículo passa em uma velocidade que se sentir seguro. Se fosse carro pequeno com boa estabilidade, poderia fazer a 40 KM/H. Um caminhão como esse ai, um bitrem carregado, tem que andar aqui a 20 ou 15 KM/H, enquanto faz a rotatória. Por algum motivo, ele passou além disso”, pontuou o chefe de policiamento da PRF.

A Polícia Rodoviária Federal informou que o condutor do veículo está com as documentações em dia. O motorista não está embriagado e permaneceu no local.


Link do texto:

Caminhão carregado de algodão tomba na BR 343 em Teresina
http://www.gp1.com.br/noticias/caminhao-carregado-de-algodao-tomba-na-br-343-em-teresina-402744.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.