Mundo

Casa Branca nega ter declarado guerra contra a Coreia do Norte

Ri Yong Ho disse que a declaração de Trump era um chamado para a guerra, por afirmar que eles não irão durar por muito tempo.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, negou nessa segunda-feira (25) que o governo norte-americano tenha declarado guerra contra a Coreia do Norte e disse considerar um absurdo que o regime asiático tenha pensando isso após um twitter do presidente Donald Trump.

Sem se estender sobre o assunto, a porta-voz negou os fatos alegados pela Coreia do Norte. “Nós não declaramos guerra contra a Coreia do Norte. Francamente, esta sugestão é absurda”, disse Sarah Sanders.

  • Foto: Carlo Allegri/Reuters/KCNA/via ReutersDonald Trump e Kim Jong SunDonald Trump e Kim Jong Sun

Toda essa confusão aconteceu porque o presidente Donald Trump, usou sua conta no Twitter para criticar uma declaração do ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho. "Acabei de ouvir o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte falar na ONU. Se ele ecoa os pensamentos do homem foguete, eles não durarão muito mais tempo!", declarou o Trump se referindo também ao presidente Kim Jong-um.

Ri Yong Ho disse que a declaração de Trump era um chamado para a guerra, por afirmar que eles não irão durar por muito tempo. “Desde que os Estados Unidos declararam guerra ao nosso país, teremos todo o direito de tomar contramedidas, incluindo o direito de derrubar bombardeiros estratégicos dos Estados Unidos, mesmo que não estejam dentro da fronteira do espaço aéreo do nosso país”, afirmou.

Em seu primeiro discurso na ONU, Donald Trump ameaçou destruir totalmente a Coreia do Nortee chamou o líder norte-coreano de "homem-foguete". Logo depois disso Ri Yong Ho insultou o presidente americano, chamando-o de "mentalmente perturbado e cheio de megalomania". A tensão entre os dois países têm aumentado nos últimos meses devido aos testes nucleares realizados pela Coreia.