Piauí

CEV Colégio aparece entre os melhores do Brasil no Enem 2015

O CEV Colégio figura entre as melhores instituições de ensino do país, com a 25ª posição e a 6ª colocação em Redação no ranking geral, além disso, conquistou o 3º lugar como melhor do estado.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta terça-feira (4) as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 por escola. O CEV Colégio figura entre as melhores instituições de ensino do país, com a 25ª posição e a 6ª colocação em Redação no ranking geral, além disso, conquistou o 3º lugar como melhor do estado.

A lista contempla a média em cada uma das áreas da prova objetiva (Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Redação). Foram divulgadas as notas de 1.212.908 estudantes de 14.998 escolas – o critério de divulgação inclui todas as escolas em que pelo menos 50% dos estudantes matriculados no terceiro ano do ensino médio participaram do Enem 2015.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Grupo Educacional CEVGrupo Educacional CEV

Se comparado com o ranking de 2014, o CEV Colégio teve um grande crescimento no ano de 2015, saindo da posição 50ª para 25ª, a partir da média das cinco áreas. Para o diretor geral do Grupo CEV, Nazareno Fonteles, o crescimento no ranking é reflexo da dedicação da equipe de professores e da metodologia adotada pelo Colégio. “O importante nesse resultado é percebemos a nossa evolução, o trabalho dos nossos professores, a nossa metodologia empregada sempre aperfeiçoando progressivamente e mostrando seus resultados em cada área. De um modo geral, é preciso reconhecer que a metodologia CEV é exitosa. Conquistamos esses resultados mesmo tendo uma história recente, e com uma heterogeneidade muito grande em nossas turmas, recebendo alunos de todos os lugares. Temos a estratégia certa, mas ninguém vai se acomodar. Estamos sempre nos aperfeiçoando e novas ideias serão colocadas em prática para o próximo ano”.

Analisando o ranking por área, o CEV Colégio também obteve excelentes colocações, destacando mais ainda a evolução da escola. Se comparados os dados de 2014 e 2015, em Ciências Humanas o colégio saiu da 37ª posição para 19ª no Brasil, e em 1º lugar no Piauí. Ciências da Natureza ocupava a posição 128 em 2014, neste ano a área ocupa o nível 47. Na área de Linguagens, a escola conquistou a segunda colocação geral no estado e em Redação ocupa a 4º posição entre as 10 melhores do Piauí.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Grupo Educacional CEVGrupo Educacional CEV

Alex Romero, coordenador de Linguagens do Grupo, acredita que a dedicação da equipe CEV e o interesse em fazer sempre o melhor vêm gerando grandes resultados ao longo dos anos. “Parabenizo toda a equipe de Linguagens da escola, houve uma melhora substancial, nos últimos anos fomos conquistando posições até chegarmos atualmente ao segundo lugar. Isso nos motiva ainda mais a melhorar, para conseguir alcançar a primeira colocação. Mas, mais importante do que a colocação, é o nosso estudante estar preparado para a prova de Linguagens e também para a prova de Redação, na qual também tivemos um excelente desempenho. Essa é a ideia do Grupo CEV e da coordenação dando todo o suporte necessário para que o trabalho seja feito da melhor forma possível”.

Vale ressaltar que o Piauí foi um excelente colocado no ranking nacional, com 07 escolas entre as 100 melhores. Ponto para nossos estudantes que contam com qualidade de ensino e ótima infraestrutura.

Abaixo, o quadro geral do CEV Colégio no ranking:

Linguagens – 31º Nacional/ 2º Piauí

Matemática – 38º Nacional / 4º Piauí

Humanas – 19º Nacional/ 1º Piauí

Natureza – 47º Nacional / 5º Piauí

Redação – 6º Nacional/ 4º Piauí

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

CEV Colégio aparece entre os melhores do Brasil no Enem 2015
http://www.gp1.com.br/noticias/cev-colegio-aparece-entre-os-melhores-do-brasil-no-enem-2015-402464.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.