Mundo

China intensifica fiscalizações na carne brasileira

O país intensificou as inspeções de carnes importadas do Brasil após uma recente proibição dos Estados Unidos a alguns produtos brasileiros de carne bovina.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

A agência chinesa de Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ), que fiscaliza a qualidade da carne no país, intensificou as inspeções de carnes importadas do Brasil após uma recente proibição dos Estados Unidos a alguns produtos brasileiros de carne bovina.

De acordo com o G1, o Brasil é o principal fornecedor de carne bovina importada e frango para a China. A agência disse que o Ministério da Agricultura do Brasil garantiu na semana passada que os problemas encontrados nas exportações aos EUA "são apenas reações dos animais às vacinas" e não representam nenhum risco à segurança dos alimentos.

  • Foto: Paulo Whitaker/ReutersChina, Chile e Egito voltaram atrás e vão retomar compra de carnes do Brasil, exceto dos 21 frigoríficos.China intensifica fiscalizações na carne brasileira

Segundo a agência, o país vai tomar as medidas necessárias se encontrar riscos à segurança alimentar nas importações de carne brasileira e irá notificar o público no momento adequado.

Depois da deflagração da Operação Carne Fraca, em março, que descobriu que fiscais recebiam propinas para autorizar a venda de carnes estragadas ou com salmonela, a China chegou a suspender brevemente as importações de todos produtos de carne do Brasil.

Porém, eles rapidamente retiraram as sanções após autoridades brasileiras terem esclarecido detalhes sobre a investigação policial.


MAIS NA WEB