Piauí - Teresina

Ciro Gomes e Wellington Dias participam de Convenção do PDT

Ciro Gomes destacou que tem interesse em ser novamente candidato a presidente e que possui experiência para isso.

BÁRBARA RODRIGUES E GERMANA CHAVES

- atualizado

Ciro Gomes participa de convenção do PDT em Teresina

O candidato a presidente da república e vice-presidente nacional do PDT, Ciro Gomes, participou na manhã desta terça-feira (10) da Convenção Regional PDT do Piauí que foi realizada no diretório estadual do partido, localizado na zona leste de Teresina.

O evento teve a participação de diversas autoridades políticas como o governador Wellington Dias (PT), o presidente estadual do partido Flávio Nogueira (PDT), Flávio Nogueira Júnior (PDT), Robert Rios (PDT), Ziza Carvalho (PDT), Dr. Pessoa (PSD) entre outras pessoas.

“O PDT é a organização que carrega a memória do trabalhismo brasileiro, que é o movimento mais importante e que mais teve influência para um Brasil moderno. O PDT traz a luz para esse momento trágico, sob o ponto econômico, social e político que o Brasil está vivendo, na medida em que estamos propondo um novo desenho de projeto nacional de desenvolvimento do nosso país por um ciclo novo de industrialização”, disse Ciro Gomes.

O presidenciável também comentou a proximidade com o Partido dos Trabalhadores. “O PT é do campo progressista onde nós também nos situamos, mas somos do PDT e eles são o PT. Nós podemos ser parceiros como fomos em várias ocasiões, mas podemos discrepar como também discrepamos em outras ocasiões. Eu próprio fui candidato a presidência da república em 98, porque achava que naquela data o Lula não tinha o desenho para além da negação das coisas erradas do país, do discurso moralista, da homenagem ao corporativismo. Depois, em 2002, fui candidato novamente e evidentemente como um democrata que ama o povo, não tendo ido para o segundo turno, apoiei aquele que me parecia mais vizinho as minhas ideias. E, felizmente, para o Brasil, aquele momento foi muito bom para nosso país”, falou Ciro Gomes.

Ele ainda destacou que tem interesse em ser novamente candidato a presidente e que possui experiência para isso. “Tenho 38 anos de vida pública, nunca respondi a inquérito, já governei o estado do Ceará, já governei Fortaleza, já comandei a economia do país e eu não lembro disso por qualquer tipo de vaidade, mas porque o país precisa de experiência, de ficha limpa para ajudar a nossa nação a sair dessa encruzilhada terrível que nos encontramos”, falou o presidenciável.

O governador Wellington Dias afirmou que considera o PDT um parceiro da sua gestão e que os dois trabalham no mesmo sentido. “Nós desejamos um Brasil para todos os brasileiros e não somente para uma parte, um país para todas as pessoas, regiões que defendam a democracia e que tenham a história do ex-ministro e do ex-governador Ciro Gomes, que é uma história de compromisso com o país, por isso ele tem a minha admiração. Temos o privilégio de contar com o apoio dos líderes do PDT e buscamos parcerias porque eu entendo que, independente de posições momentâneas nessa ou naquela eleição, é um partido que tem todo respeito meu e dos líderes que defendem posições no campo político”, destacou.

No evento, o deputado estadual Robert Rios destacou a pré-candidatura de Ciro Gomes para as eleições de 2018. “É importante para o partido ter um candidato a presidente viável e com a experiência e participação na vida nacional que tem o Ciro Gomes. Ele é um dos nomes mais discutidos no Brasil e é reconhecido como um dos homens mais inteligentes do nosso país. O Brasil é um país gigantesco e ele vai ter que andar muito até outubro de 2018, onde vai ter percorrido todo o Brasil e, com certeza, viabilizado seu nome para presidente”, afirmou.

Flávio Nogueira Júnior explicou que o partido tem trabalhado para que o presidenciável tenha um palanque forte no próximo ano. “A gente que pede apoio nacional, eles nos atendem da melhor maneira possível e o nosso presidenciável Ciro Gomes está hoje participando da convenção estadual do partido. Já é meta da nacional e a gente segue todo o seu rito para fazer um palanque para o nosso presidenciável, quer seja como participando da chapa do nosso governador Wellington Dias ou se uma chapa alternativa, o importante é ter esse palanque para ter mais musculatura da candidatura do Ciro Gomes. Acredito que no final seremos vitoriosos”, disse.