Política

Comissão de ética da presidência abre processo contra Geddel

O presidente Michel Temer disse por meio de seu porta-voz, que o ministro da Secretaria de Governo permanecerá no cargo, apenar das acusações de Marcelo Calero.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

A Comissão de Ética da Presidência da República abriu nesta segunda-feira (21), um processo para investigar se o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, violou a legislação no caso que resultou na demissão de Marcelo Calero do Ministério da Cultura do governo de Michel Temer.

Em entrevista dado ao jornal Folha de São Paulo, Calero afirmou que Geddel o pressionou em mais de uma ocasião para liberar uma obra embargada em Salvador, onde o peemedebista tem um apartamento. De acordo com a Veja, o presidente Michel Temer disse por meio de seu porta-voz, Alexandre Parola, que o ministro Geddel permanecerá no cargo.

  • Foto: André Dusek/Estadão ConteúdoGeddel Vieira LimaGeddel Vieira Lima

“O Presidente Michel Temer ressalta, adicionalmente, que todas as decisões sob responsabilidade do Ministério da Cultura são e serão encaminhadas e tratadas estritamente por critérios técnicos, respeitados todos os marcos legais e preservada a autonomia decisória dos órgãos que o integram, tal como ocorreu no episódio de Salvador”, afirmou o porta-voz.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Comissão de ética da presidência abre processo contra Geddel
http://www.gp1.com.br/noticias/comissao-de-etica-da-presidencia-abre-processo-contra-geddel-404762.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.