Política

Comissão do Senado deve votar reforma trabalhista nesta terça

Na semana passada, senadores da oposição e da base fecharam um acordo para que a votação acontecesse amanhã.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Nesta terça-feira (06), a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado pode votar o relatório da reforma trabalhista (PLC 38/2017). Na semana passada, senadores da oposição e da base fecharam um acordo para que a votação acontecesse amanhã.

O relator da reforma na comissão, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-CE), propõe que o Senado aprove o projeto sem modificar o texto da Câmara e defende que seis pontos sejam vetados pelo presidente Michel Temer. Os senadores da oposição criticaram duramente o pedido de Ferraço e defendem que as mudanças sejam feitas pelo Legislativo.

  • Foto: Andressa Anholete/Estadão ConteúdoPlenário do SenadoPlenário do Senado

Amanhã, no início da reunião, o presidente da CAE, Tasso Jereissati (PSDB-CE), deve conceder a palavra aos senadores oposicionistas, que apresentaram três relatórios alternativos defendendo a rejeição completa da proposta, para que leiam seus votos em separado, o que deve prolongar os trabalhos.

De acordo com a Agência Brasil, a proposta de reforma trabalhista foi enviada ao Congresso Nacional pelo Executivo e passou por discussão em comissão especial na Câmara e por votação no plenário da Casa. Depois da votação na CAE, a reforma passará pela Comissão de Assuntos Sociais e pela Comissão de Constituição e Justiça, antes de seguir para votação no plenário do Senado.