Mundo

Conselho de Segurança da ONU veta plano de trégua na Síria

O Plano que havia sido apresentado pela França pedia o fim dos bombardeios em Aleppo.

NAYRANA MEIRELES

  • Foto: Abdalrhman IsmailAleppo, na SíriaAleppo, na Síria

O Conselho de Segurança da ONU vetou neste sábado (08) duas propostas de trégua para a guerra na Síria. Um deles foi apresentado pela França e outro pela Rússia.

A França pedia em sua proposta o fim dos bombardeios em Aleppo, a segunda maior cidade da Síria onde o regime sírio e Moscou realizaram uma forte ofensa militar, enquanto a proposta defendida pela Rússia era, simplesmente, o cessar-fogo.

A proposta apresentada pela França teve 11 votos a favor, mas foi vetado por Rússia e Venezuela, enquanto China e Angola se abstiveram. De acordo com informações do G1, essa foi a quinta vez que Moscou usa seu direito de veto para bloquear uma ação da ONU para pôr fim à guerra na Síria.

O documento apresentado pela Rússia e analisado em seguida recebeu nove vosot contra, entres da Grã-Bretanha, França e Estados Unidos, enquanto quatro países votaram a favor e dois se abstiveram.

Ao menos 250 mil pessoas vivem no leste rebelde de Aleppo e enfrentam diariamente bombardeios desde que o regime sírio e seu aliado Moscou lançaram uma ofensiva para retomar a cidade a cerca de um mês. Iniciada em 2011, a guerra da Síria já deixou pelo menos 300 mil mortos.

Mais conteúdo sobre: