Economia e Negócios

Conta de luz deve ficar até 5% mais cara no próximo ano

O valor corresponde ao atraso no pagamento de empresas transmissoras de energia.

NAYRANA MEIRELES

O atraso no pagamento de indenizações bilionárias à transmissoras de energia elétrica deve ter o impacto de até 5% na conta de luz do consumidor no ano que vem, pressionando cada vez mais a inflação.

O ex-diretor da Agência Nacional de energia Elétrica (Aneel), Julião Coelho, que também é consultor jurídico estima que a partir de 2017 o governo deve começar a quitar dívidas com as transmissoras que deveriam ter começado a pagar ainda e 2013. Naquele ano, o governo decidiu cortar cerca de 4,4 bilhões de reais de receita das transmissoras, dinheiro que terá que ser pago agora com juros.

  • Foto: DivulgaçãoRede elétricaRede elétrica

“O que aconteceu é que, na verdade, retiraram essa receita devida às transmissoras, para reduzir a tarifa de forma artificial”, disse Julião. “Essa é a arte da pedalada na conta de luz. Ouvimos que tinham baixado a tarifa, quando na verdade só estavam fazendo um deslocamento temporal do custo”.

De acordo com informações da Veja, a previsão é de que os juros da dívida com as transmissoras sejam pagos em até oito anos. Já o valor original da indenização pode ser pago até o fim da vida útil dos equipamentos.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Conta de luz deve ficar até 5% mais cara no próximo ano
http://www.gp1.com.br/noticias/conta-de-luz-deve-ficar-ate-5-mais-cara-no-proximo-ano-402663.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.