Mundo

Coreia do Sul retoma importação de frango do Brasil

Importação havia sido suspensa no após a Operação Carne Fraca apontar fiscalização irregular de frigoríficos no Brasil.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

A Coreia do Sul suspendeu a proibição temporária de importações de frango da BRF (de marcas como Sadia e Perdigão), após confirmar que nunca comprou esse tipo de produto estragado do Brasil. A decisão de suspender a importação foi tomada após a Operação Carne Fraca apontar fiscalização irregular de frigoríficos no Brasil.

O Ministério da Agricultura sul-coreano anunciou na segunda-feira (20), que iria intensificar a fiscalização de carne de frango importada do Brasil e restringiria temporariamente a venda de produtos da BRF, que detém as marcas Sadia, Perdigão e Qualy no Brasil. O país determinou ainda que fornecedores brasileiros de carne de frango enviem um certificado de saúde emitido pelo governo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Frango da Sadia à venda no Hiper BomPreço Frango da Sadia à venda no Hiper BomPreço

De acordo com informações do G1, mais de 80% das 107.400 toneladas de frango importadas pela Coreia do Sul no ano passado vieram do Brasil, sendo quase metade fornecida pela BRF. A empresa não se pronunciou sobre a decisão.

Na sexta-feira (17), a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, com o objetivo de combater a corrupção de agentes públicos federais e crimes contra Saúde Pública. Segundo a PF, o caso envolve grandes empresas, como a JBS (de marcas como Friboi, Swift e Seara) e BRF (marcas como Sadia e Perdigão) por comercializarem carne estragada no Brasil e no exterior. 


MAIS NA WEB