Piauí

Correios realizam mutirões de entregas no fim de semana no Piauí

De acordo com os Correios, os mutirões fazem parte do Plano de Continuidade de Negócios, que também prevê medidas como deslocamento de empregados entre as unidades e realização de horas extras.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

Os Correios vão realizar mutirões, neste sábado (23) e domingo (24), para colocar em dia a entrega de cartas e encomendas nas localidades em que os serviços foram limitados por conta da greve dos trabalhadores da empresa. De acordo com os Correios, os mutirões fazem parte do Plano de Continuidade de Negócios, que também prevê medidas como deslocamento de empregados entre as unidades e realização de horas extras.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Agência Central dos Correios em TeresinaAgência Central dos Correios em Teresina

A empresa e representantes da Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) estão tentando negociar um acordo. Segundo os Correiros, apesar do movimento grevista, nesta sexta-feira (22), 91,3% do efetivo total dos Correios no Brasil compareceu ao trabalho, o que corresponde a 99.130 empregados. E no Piauí, 1.266 empregados (82,85% do efetivo) foram trabalhar normalmente.

Quanto ao funcionamento, os Correios garantem que a rede de atendimento está aberta em todo o país e todos os serviços, inclusive o SEDEX e o PAC, continuam sendo postados e entregues em todos os municípios do país, sem exceções. No entanto, os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária) estão com postagens suspensas em alguns destinos.

Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba e Piauí, e as cidades de São José dos Campos (SP), Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP) e São José do Rio Preto (SP) são os destinos em que os serviços com hora marcada estão com postagens suspensas.

A empresa afirma que o volume dos serviços com hora marcada postado para esses destinos representa apenas 0,5% de todas as encomendas entregues pelos Correios e a suspensão foi realizada com o intuito de redirecionar os recursos para os demais serviços, que são os mais utilizados pelos clientes.

Mais conteúdo sobre: