Economia e Negócios

Crise nos estados pode deixar servidores sem 13º salário

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles disse que já está estudando algum tipo de ajuda, mas não confirmou do que se trata.

NAYRANA MEIRELES

O Governo Federal já assumiu que a crise no estados está se agravando e agora ameaça o pagamento do 13º salário dos funcionários públicos. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que já está estudando algum tipo de ajuda, mas não confirmou do que se trata.

O ministro disse ainda que uma das propostas em estudo é o projeto de securitizações, que autoriza o estado a vender o direito de recebimento de crédito que o governo tem a receber no futuro, com impostos ou dívidas.

  • Foto: André Dusek/Estadão ConteúdoHenrique MeirellesHenrique Meirelles

O economista José Matias Pereira diz que a proposta do governo pode ajudar, mas faz uma crítica os governadores. “A falta de planejamento, a capacidade de gestão dos estados foi relegada a um plano secundário. Esse processo, que está ligado a incompetência dos gestores, mais o problema do desperdício, assim por diante, e a queda na arrecadação, levam a essa situação”, afirmou.

De acordo com o G1, os 26 estados e o Distrito Federal somam um rombo fiscal de R$ 56 bilhões nas contas do primeiro semestre deste ano. Esse número representa uma piora nas contas dos 17 estados em relação ao mesmo período de 2015. Das 27 unidades da federação, 20 estão no vermelho.


Link do texto:

Crise nos estados pode deixar servidores sem 13º salário
http://www.gp1.com.br/noticias/crise-nos-estados-pode-deixar-servidores-sem-13o-salario-404286.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.