Piauí - Teresina

Debate discute tráfico de pessoas na Câmara Municipal de Teresina

O debate reuniu movimentos sociais, o poder público, judiciário e a sociedade em geral para abordar a temática e seus desdobramentos.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

O plenarinho da Câmara Municipal de Teresina recebeu, na manhã desta segunda-feira (04), um debate público com objetivo de discutir sobre o tráfico de pessoas. O evento foi promovido pela Rede Um Grito Pela Vida, que neste ano completa 10 anos de atividade na prevenção e enfrentamento a esse crime e grave violação dos direitos humanos.

O debate reuniu movimentos sociais, o poder público, judiciário e a sociedade em geral para abordar a temática e seus desdobramentos. O tráfico de pessoas é o deslocamento das vítimas para fins como o trabalho em condições análogas à escravidão, exploração sexual, extração de órgãos, adoção ilegal e qualquer tipo de servidão.

"Existe um perfil que sofre esse tipo de crime com maior incidência que é de mulheres, crianças, trabalhadores e pessoas LGBTS. A principal importância desse debate é deixar a sociedade ciente de que isso existe e chamar a atenção do poder público para que existe uma política pública de enfrentamento", explicou a gerente de Direitos Humanos da SEMCASPI, Deusa Fernandes.

Além do debate, o evento contou com painéis informativos sobre a temática, como o "10 anos da Rede Um Grito Pela Vida: caminhada e desafios", "A exploração e tráfico de pessoas na perspectiva dos Diretos Humanos"; "Tráficos de pessoas e a exploração de crianças e adolescentes": "Tráfico de pessoas e trabalho escravo"; "Tráfico de pessoas e exploração sexual de mulheres" e "O trabalho da PRF no enfrentamento ao tráfico de pessoas".

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB