Brasil

Defesa de Dilma apresenta ao TSE extrato das despesas de 2014

Os documentos foram encaminhados para o relator do processo no TSE, ministro Herman Benjamin.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Nessa sexta-feira (17) a defesa da ex-presidente Dilma Rousseff apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma petição com documentos para comprovar que as despesas da campanha de Michel Temer, então candidato a vice-presidente na chapa vitoriosa nas urnas em 2014, foram bancadas pelo comitê central da campanha.

Os documentos foram encaminhados para o relator do processo no TSE, ministro Herman Benjamin. Já a defesa do presidente Michel Temer disse que ele teria arrecadado à parte os recursos financeiros para a campanha da reeleição de Dilma. A intenção dos advogados do PMBD é que a condenação do TSE afete apenas a ex-presidente.

  • Foto: FramePhoto/EstadãoTemer e DilmaTemer e Dilma

Segundo o Extra, entre os documentos encaminhados ao TSE pela defesa da petista está o extrato de prestação de contas, assinado por Dilma, candidata a presidente, e por Temer, candidato a vice-presidente, além do administrador financeiro Edinho Silva, e do advogado e contador.

“No Brasil quem quer que seja eleito vice-presidente da República, por obediência à Constituição, precisa ter sido registrado em chapa como candidato a vice e que o candidato a presidente da República tenha sido eleito. Quer dizer, a chapa eleita é indivisível. Foi o que ocorreu em 2014, com a vitória de Dilma Rousseff com 54,5 milhões de votos. O vice eleito foi Michel Temer”, diz nota enviada pela defesa da petista.

Mais conteúdo sobre: