Entretenimento

Delegada pode decidir na próxima semana se indicia Marcos

O cirurgião plástico foi expulso do programa após ser constatada agressão de sua parte contra a estudante Emilly Araújo, durante briga do casal.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

O futuro de Marcos Harter, ex-participante do Big Brother Brasil 17, deverá ser decidido já na próxima semana pela delegada Viviane da Costa, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, no Rio. O cirurgião plástico foi expulso do programa após ser constatada agressão de sua parte contra a estudante Emilly Araújo, durante briga do casal. Com isso, a polícia abriu um inquérito para investigar o caso.

Segundo a delegada responsável pelo Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM) do Rio de Janeiro, Maria Noeli, a delegada Viviane da Costa, responsável pelo caso, aguarda o laudo do perito da Polícia Civil e analisa imagens do reality show da Globo para decidir se chamará testemunhas para depor e então fazer o relatório final do caso.

 “Viviane está esperando o laudo e analisando demais imagens para avaliar se precisa ouvir testemunhas ou outras diligências, daí faz o relatório final verificando se indicia ou não o Marcos”, disse Noeli. “Acredito semana que vem.”

  • Foto: Reprodução/Rede GloboEmilly e MarcosEmilly e Marcos

Relembre o caso

Durante uma briga do casal, o cirurgião encurralou a estudante e apertou seu braço com força. A polícia chegou ir até a casa do BBB para colher imagens da briga. O caso resultou na expulsão de Marcos do reality no dia seguinte. Três dias depois, Emilly venceu a final do programae ganhou o prêmio de 1,5 milhão de reais.

MAIS NA WEB