Política

Deolindo Moura critica proposta de aumento do salário mínimo

"O que um trabalhador hoje compra com quarenta reais? Minha opinião é de que hoje o governo protege os mais ricos e submete os mais pobres a grande carga dessa crise.

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

O vereador de Teresina, Deolindo Moura (PT), criticou a proposta de aumento do salário mínimo apresentada pelo presidente Michel Temer (PMDB). Temer propôs aumentar R$ 42,00 ao atual valor, de R$ 937,00. Para o parlamentar, o reajuste é insuficiente, considerando a crise econômica instalada no Brasil.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereador DeolindoVereador Deolindo

“É um absurdo esse aumento proposto por esse presidente, na guinada em que o Brasil vem andando. A grande verdade é que o governo do golpista Michel Temer joga toda a responsabilidade da crise econômica e política do país nas costas do trabalhador e das famílias brasileiras”, declarou ao GP1.

Deolindo Moura afirmou que o governo favorece as pessoas mais favorecidas financeiramente. “Ao tempo em que vemos o governo anistiando grandes empresas e bancos, o vemos submetendo o trabalhador a um aumento de 42 reais, o que um trabalhador hoje compra com quarenta reais? Minha opinião é de que hoje o governo protege os mais ricos e submete os mais pobres a grande carga dessa crise. O povo vem pagando a conta por essas crises que eles mesmos criaram, quando tiraram uma presidenta eleita, uma presidenta honesta, para colocar uma quadrilha no poder” enfatizou.

Mais conteúdo sobre: