Política

Deolindo Moura diz que denúncia de Janot é perseguição ao PT

“Nós vamos deixar que o Brasil possa decidir, resolver esse problema de perseguição ao PT nas urnas em 2018, nós acreditamos na força do povo”, declarou Deolindo.

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

O vereador Deolindo Moura (PT) criticou a denúncia feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra a cúpula do Partido dos Trabalhadores, incluindo os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Em entrevista ao GP1nessa quarta-feira (06), o parlamentar caracterizou a ação como uma “perseguição”.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereador DeolindoVereador Deolindo

“Nós vamos deixar que o Brasil possa decidir, resolver esse problema de perseguição ao PT nas urnas em 2018, nós acreditamos na força do povo”, declarou Deolindo.

Para Deolindo, a denúncia vem sendo tratada com grande repercussão, em detrimento de outros fatos ocorridos no mesmo dia. “O ônus da prova cabe a quem acusa, e pelo que eu pude acompanhar, não temos nada de concreto. Também estranhamos muito que, no dia em que tem um fato como aquele das malas de dinheiro, surge um fato contra o Partido dos Trabalhadores, é incrível. O que se coloca em destaque é um pedido sem nenhuma prova concreta do procurador Janot. As malas são do PMDB e do PSDB, aquilo ali é prova material”, afirmou.

A denúncia

Rodrigo Janot denunciou Lula, Dilma, os ex-ministros Antônio Palocci, Guido Mantega, Edinho Silva e Paulo Bernardo, o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto e a senadora Gleisi Hoffman, alegando crime de organização criminosa. A denúncia é fundamentada nas investigações da Operação lava Jato.

MAIS NA WEB