Piauí - Esperantina

Dia da Consciência Negra é comemorado em Esperantina

Em Esperantina, o dia 20 é feriado municipal e marca a luta contra o preconceito racial e pela valorização da raça negra na formação do povo brasileiro e na cultura do país.

NAYRANA MEIRELES

O Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, é comemorado em Esperantina como feriado municipal e marca a luta contra o preconceito racial e pela valorização da raça negra na formação do povo brasileiro e na cultura do país.

A data também homenageia o líder Zumbi e o Quilombo dos Palmares, um dos principais símbolos da resistência à escravidão no Brasil. A comunidade quilombola Olho D’água dos Negros, em Esperantina realizou durante todo o domingo uma vasta programação alusiva a data com atividades religiosas, culturais e esportivas, encerrando com uma grande festa, para comemorar a data.

  • Foto: Divulgação/AscomPopulação participou ativamente do eventoPopulação participou ativamente do evento

A programação que teve início às 9h horas com Santa Missa, no encerramento dos festejos de São Benedito, padroeiro da comunidade. Após a missa grupos de jovens das comunidades realizaram apresentações de danças, roda de capoeira e tambor de crioulo.

Para o líder comunitário Antonio dos Santos o evento é muito importante em que demonstra a conquista de Palmares e que os negros precisam cada dia buscar seus direitos porque ainda existe muitos preconceitos no Brasil.

O presidente do sindicato de trabalhadores rurais de Esperantina Antonio André falou da importância do evento." É uma junção da cultura do nosso município no Olho D'Água dos negro, é feliz quem resgata sua historia e a juventude deste local participa e preserva isto todos os anos", disse.

A professora de Antropóloga da Universidade Federal do Piauí (UFPI) Márcia,  trouxe um grupo de alunos de ciências sociais para realizar um trabalho na comunidade e falou que é uma experiência muito louvável para os alunos pois veem de perto a realidade das famílias. "Este evento de hoje foi uma oportunidade de trazer alunos de graduação de ciências sociais para conhecer a comunidade e interagir com as pessoas do lugar, trocar ideias é um momento de aprendizagem e uma oportunidade importante".

  • Foto: Divulgação/AscomPrefeita Vilma AmorimPrefeita Vilma Amorim

A prefeita Vilma Amorim que participou do evento desde as primeiras horas falou o que representa o dia da consciência negra no município. "Quero parabenizar a comunidade Olho D'Água que cada ano fortalece a luta do movimento negro e que não deixam a historia deles morrerem e além de Olho D'água tem a comunidade Curralinhos Vereda dos Anacletos que são comunidades quilombolas, este momento que resgata questões que já foram perdidas e hoje principalmente neste momento que estamos vivendo o preconceito e o racismo esta voltando a tona então gente precisa fortalecer estes movimento para tenhamos uma sociedade mais justa, e aqui através da religião da dança elas estão resgatando o que de bom no movimento e a gente como gestora estamos contribuindo e vamos cada vez mais fortalecer atividades como esta".

Na comunidade Olho D’água dos Negros atualmente vivem cerca de 87 famílias que vivem do extrativismo, de hortas, criação de pequenos animais e também da roça do toco.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Dia da Consciência Negra é comemorado em Esperantina
http://www.gp1.com.br/noticias/dia-da-consciencia-negra-e-comemorado-em-esperantina-404706.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.