Brasil

Dinheiro de Geddel é quando vice-presidente da Caixa, diz PF

Geddel foi vice-presidente da Caixa Econômica Federal entre março de 2011 e dezembro de 2013, nomeado pela então presidente Dilma Rousseff.

GIL SOBREIRA

- atualizado
  • Foto: DivulgaçãoDilma e GeddelDilma e Geddel

No pedido de prisão preventiva de Geddel Vieira Lima, a Polícia Federal afirma que o dinheiro encontrado no apartamento em Salvador/BA, que servia de esconderijo para cinquenta e um milhões de reais, “tem, certamente, origem ilícita, decorrente das atividades criminosas praticadas por Geddel Quadros Vieira Lima no comando da vice-presidência de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal e, possivelmente, de outras que porventura podem vir a ser descobertas”.

Geddel foi vice-presidente da instituição entre março de 2011 e dezembro de 2013, nomeado pela então presidente Dilma Rousseff.

Com mais de trinta anos na política, Geddel já se envolveu em diversos escândalos, dentre eles o do “anões do orçamento”, descoberto em 1993, onde parlamentares destinavam emendas orçamentárias com a criação de entidades sociais fantasmas ou participação de empreiteiras no desvio de verbas. O esquema era comandado pelo deputado baiano José Alves, que ficou conhecido por ter ganhado 56 vezes na loteria apenas em 1993.

Clique aqui e veja a decisão do juiz Vallisney de Sousa Oliveira, da 10°Vara Federal do Distrito Federal.

MAIS NA WEB