Piauí - Porto

Dó Bacelar pede ao TCE bloqueio de contas da prefeitura de Porto

"O município de Porto, atualmente se encontra mergulhado num 'caos' jamais visto na história politico-administrativa", disse Dó Bacelar.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado
  • Foto: Jornalesp.comPrefeito Manin GeronçoPrefeito Manin Geronço

O prefeito eleito de Porto, Domingos Bacelar de Carvalho, mais conhecido como Dó Bacelar, protocolou no dia 28 de outubro, uma denúncia contra o atual gestor Francisco Geronço, mais conhecido como Manin Geronço, pedindo o bloqueio das contas.

Na denúncia ele alega que após vencer a eleição, indicou os membros da sua equipe para a criação da comissão de transição, mas mesmo assim, estão sendo negadas as informações por ele solicitadas, para que fique ciente sobre a situação financeira do município.

“Embora o prefeito atual Francisco Geronço tenha recebido a indicação e nomeado uma comissão de membros do atual governo municipal, isto ficou apenas no ‘papel’ , pois a comissão indicada pelo atual prefeito de Porto não têm fornecido os dados e as informações solicitadas pela equipe de transição”, destacou.

Ele ainda destaca várias irregularidades na administração de Manin Geronço. “Convém frisar, que o atual prefeito de Porto está com a Prestação de Contas atrasada junto a este TCE, assim como em relação às informações do sagres-folha de pagamento. Registra-se que as escolas municipais não estão funcionando, pois, além da precariedade das instalações (estrutura péssima), falta merenda escolar, falta transporte para os alunos da zona rural, situação agora se agravou com a greve dos servidores por falta de pagamento dos salários. Quanto aos servidores municipais, há servidor municipal lotado em certo e determinados setores(órgãos) que não recebe pagamento desde o mês de julho/2016. E, o pior, os  servidores da Educação e da Saúde estão com os salários atrasados há mais de dois meses”, afirmou.

Dó Bacelar informa que a cidade está um caos e que o prefeito não está mais morando na cidade. “O município de Porto, atualmente se encontra mergulhado num 'caos' jamais visto na história politico-administrativa, pois, além da falta de gestão o atual gestor nem sequer é encontrado no município - depois das eleições passou a viver em Teresina, deixando a cidade totalmente abandonada e sem funcionar nenhum órgão governamental”, destacou.

Ele pede o bloqueio das contas para o pagamento dos salários atrasados. “Sabe-se que, dentre os direitos sociais, o direito ao salário como contraprestação dos serviços, prestado pelo trabalhador é indiscutível, pois é vital para sua sobrevivência e de sua família, inclusive sua retenção é considerado crime nos termos do Art. 70, inciso X, da Constituição Federal”, afirmou Dó Bacelar. O conselheiro Jackson Nobre Veras vai cuidar do caso.

Outro lado

Procurado pelo GP1, o prefeito Manin Geronço não foi localizado para comentar a denúncia.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Dó Bacelar pede ao TCE bloqueio de contas da prefeitura de Porto
http://www.gp1.com.br/noticias/do-bacelar-pede-ao-tce-bloqueio-de-contas-da-prefeitura-de-porto-403875.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.