Política

Dr. Pessoa analisa a PEC 241 e decisão que proíbe vaquejadas

“Sou a favor da PEC dos gastos públicos desde que não afete áreas importantes como educação, saúde e segurança", disse o deputado.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O deputado estadual, Dr. Pessoa (PSD), avalia de maneira positiva a aprovação em primeiro turno, na Câmara Federal, da PEC 241 queinstitui um teto de gastos para o Governo. Ele analisa com bons olhos, desde que não afete setores importantes da sociedade como saúde, educação e segurança. Pessoa defende a diminuição imediata dos gastos no executiva e legislativo.

“Sou a favor da PEC dos gastos públicos desde que não afete áreas importantes como educação, saúde e segurança. Espero que melhore e se isso não acontecer é uma perversidade. Sou a favor de cortar os gastos exorbitantes do poder público central, do executivo e do legislativo”, disse o deputado.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Deputado Estadual Dr.PessoaDeputado Estadual Dr. Pessoa

Outro assunto discorrido pelo parlamentar foi a respeito do entendimento do Supremo Tribunal Federal que considera inconstitucional a prática das vaquejadas. Dr. Pessoa disse que é contra aos maus tratos aos animais, contudo, defende uma atividade humanizada por se tratar de uma manifestação cultural nordestina.

“Sou contra a agressão aos animais nestas vaquejadas. Defendo que essa prática seja tratada de forma mais humanizada, sem maus tratos até porque essa é uma tradição nordestina. Outra coisa, sou contra a discriminação com o Nordeste, porque a lei não se aplica ao estado de São Paulo. Defendo que todos tenham a mesma ação legal”, concluiu Pessoa.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB