Piauí - Teresina

Dr. Pessoa confronta PSD e diz que não definiu candidatura

“Não está definido se serei candidato a deputado federal como me foi sugerido pelo meu partido", declarou o deputado.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O deputado estadual Dr. Pessoa assegurou ao GP1 que não fechou questão quanto a candidatura de deputado federal como foi colocado durante reunião dabancada do PSD realizada nesta segunda-feira (11). O parlamentar adiantou que essa prudência não se restringe somente a disputa para a Câmara Federal, mas também, para os demais cargos.

Dr. Pessoa adiantou que o “prego” só será batido depois de janeiro do próximo ano, data em que o governador Wellington Dias (PT) deverá decidir se o partido terá ou não direito a vaga de senador na chapa majoritária.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Dr. PessoaDr. Pessoa

“Não está definido se serei candidato a deputado federal como me foi sugerido pelo meu partido. Isso vale também para deputado estadual, vice ou governador. Somente de janeiro em diante vou definir meu destino político, só nesta data, o prego será batido. Quanto à possibilidade da Câmara Federal deixei claro no PSD que não está fechado”, frisou Dr. Pessoa.

O objetivo do presidente do Diretório do PSD do Piauí, deputado federal Júlio César Lima é disputar o Senado na chapa de Wellington Dias (PT). Mas, essa resposta só deverá vir em janeiro de 2018, até lá as indefinições se manterão, sobretudo, quanto ao destino de Dr. Pessoa que tem sido “cortejado” por vários partidos, como PEN, Solidariedade e Rede.

Reforma Política e o impasse interno, terão peso na definição final de Dr. Pessoa. “Fora a isso, ainda tem o cenário político local que não saberemos como vai ficar”, acrescentou o parlamentar estadual.

MAIS NA WEB