Política

Dudu defende diálogo entre ex-presidente Lula e Ciro Nogueira

"Nós temos que dialogar com todos, afinal de contas, esse um ano em retrocesso que o Brasil está vivendo no Governo Temer, está prejudicando não só a classe política, mas o povo", afirmou.

RAISA BRITO

- atualizado

Em entrevista ao GP1, na noite desta quinta-feira (31), o vereador Dudu falou sobre o jantar que vai acontecer na residência do governador Wellington Dias com o senador Ciro Nogueira e o ex-presidente Lula, na próxima segunda-feira (04).

Segundo o vereador, ele desconhece o jantar: “Eu não estou sabendo desse jantar na casa do governador com o senador Ciro, até porque a agenda do presidente Lula encerra na segunda-feira (04), ao meio-dia e ele segue viagem”, declarou.

Para o petista não se pode deixar de conversar com ninguém: “Nós temos que dialogar com todos, afinal de contas, esse um ano em retrocesso que o Brasil está vivendo no Governo Temer, está prejudicando não só a classe política, que hoje está em baixa com a população, é o povo, sobretudo o mais pobre, e o Lula tem também essa capacidade de dialogar com todas as forças, até para que a gente possa também reaglutinar o time para fazer o enfrentamento necessário em 2018”, alegou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Vereador Dudu Vereador Dudu

“Se tiver alguma conversa seja com qual for o líder nacional, eu não vejo problema, eu acho que tem que ter o diálogo, a conversa ela tem que existir até porque quando se dispõe a governar o país, um estado, um município você governa para todos, você não governa só para os seus, esse é o meu sentimento”, afirmou.

Dudu também falou sobre a caravana do ex-presidente: “Agora, independente de ter ou não o jantar, primeiro o presidente Lula está fazendo andanças pelo Nordeste, auscultando aqui a nossa região, sentindo o que se evoluiu, o que foi que melhorou o que é que preciso melhorar e ele próprio vendo in loco os avanços, os erros, e os acertos nos últimos anos em relação ao desenvolvimento aqui do Nordeste”, disse.

“É uma andança também partidária, ele tá andando também como o maior líder do PT, conversando com a militância e lideranças do partido, oxigenando esse partido, preparando o PT para que possa estar fortalecido em 2018 para disputar não só a presidência da República, mas os Governos do Estado. Aqui no Nordeste, o PT governa três estados e tem perspectiva de voltar a governar outros, então é uma andança partidária”, explicou.

Ainda segundo o parlamentar, a caravana tem o objetivo de preparar o programa de governo do Partido: “[a caravana] também tem cunho de preparação de um futuro programa de governo que é do PT para o Brasil, e ninguém melhor do que o Lula, com a sensibilidade dele, para andar e nessas andanças se discute com todas as lideranças, eu costumo dizer sempre que não podemos misturar o joio com o trigo, nós temos que separar, dividir, uma coisa foi o momento do golpe há um anos atrás, com a tirada da presidente Dilma, outra coisa é o pós golpe”.

“Nós estamos vivendo num país que está engessado, enlameado de corrupção por esse governo, um governo que tem tirado direito dos trabalhadores, que tem entregue as nossas reservas para o interesse internacional, que tem aí os ícones da moralidade e da verdade que era o Aécio neves, também enlameado de corrupção, assim cmo o próprio Temer”, disparou.

MAIS NA WEB