Mundo

Duplo atentado no Irã deixa 12 mortos e mais de 40 feridos

Ataques ocorreram no Parlamento do país e no mausoléu do Aioatolá Khomeini.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Dois ataques realizados por homens armados deixaram pelo menos 12 pessoas mortas e mais de 40 feridas nesta quarta-feira (07), no Parlamento do Irã e no mausoléu do Aiatolá Ruhollah Khomeini, ambos em Teerã, capital do país. A autoria do ataque foi reivindicada pelo grupo Estado Islâmico (EI).

O balanço das vítimas foi divulgado pelo diretor de serviço de emergência da cidade e pela mídia estatal iraniana. De acordo com informações do Estadão, as forças de segurança já retomaram o controle do mausoléu e do Parlamento.

O Parlamento iraniano foi invadido pela entrada principal por um grupo de homens armados com rifles Kalashnikov quando era realizada uma sessão. Os terroristas, que estavam vestidos com roupas femininas, dispararam contra os seguranças e um deles detonou um colete com explosivos. Quatro pessoas foram mantidas reféns nos andares mais altos do edifício.

  • Foto: Omid Vahabzadeh/Tima via ReutersRetirada de pessoas do Parlamento no IrãRetirada de pessoas do Parlamento no Irã

O ministro do interior iraniano, Mohammad Hossein Zolfaghari, afirmou que um dos terroristas foi morto pelos seguranças e outro morreu após detonar seu colete explosivo. Outra agência de notícias local informou que cerca de cinco horas após a invasão, que quatro terroristas que permaneciam no Parlamento foram mortos pelas forças de segurança, dando fim à ação. A agência iraniana Tasnim informou que sete pessoas foram mortas pelos terroristas.

Já no mausoléu do Aiatolá Khomeini, a cerca de 25 km ao sul do parlamento, um atirador disparou contra várias pessoas. Há relatos de que ao menos um homem-bomba teria explodido no local. Há feridos, mas o número exato não foi informado.

Mais conteúdo sobre: