Piauí - Água Branca

Esposa diz que bandidos queriam matar o vereador Chico da Moto

Dois homens armados invadiram a casa do vereador por volta das 5 horas de sexta-feira (2).

PRISCILA CALDAS

  • Foto: Agora PiauiVereador Chico da MotoVereador Chico da Moto

A esposa do vereador e candidato a vice-prefeito de Água Branca, Francisco Alves de Moura, o Chico da Moto (PTB), Rosângela Bezerra, afirmou que os bandidos que assaltaram a residência da família, na última sexta-feira (2), estavam com a intenção de assassinar o marido.

Os criminosos chegaram na residência exigindo que lhes fossem entregues alguns bens da família. “Ele disse para passar o ouro. Passar o ouro. Que ele tinha vindo era para matar, mas que ele ia levar algo, foi quando o Chico disse: ‘rapaz, pode levar tudo que vocês quiserem, mas deixem a minha vida. Deixem eu criar os meus filhos. Eu sou pai de família. Eu sou um cara do bem. Eu não tenho inimigos’, ‘aí’ ele respondeu: ‘olha, eu vim aqui para matar seu marido, agora eu não sei o que está acontecendo’”, narrou a esposa sobre o momento de tensão que a família ficou durante o ato criminoso.

Rosângela Bezerra disse que um dos criminoso tentou atirar contra a família, mas as balas não saíram da arma de fogo. Ela também criticou a falta de segurança na cidade. “Aqui em Água Branca é comum vermos cenas de violência, de crime. Isso está a cada dia crescendo e a gente pensa que nunca vai acontecer com a gente”, finalizou.

O crime

Dois homens armados invadiram a casa do vereador por volta das 5 horas de sexta-feira (2). Eles ameaçaram o parlamentar, a esposa e os filhos. Os assaltantes levaram o veículo, joias e computador da família. Chico da Moto concorre ao cargo de vice-prefeito na coligação “Gente em primeiro lugar”, cuja candidata à prefeita é Margareth de Sousa (PP).

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB