Economia e Negócios

Estados afirmam não ter recursos para pagar o 13º salário

Ao menos 24 unidades da Federação admitem que não há caixa para pagar o benefício.

NAYRANA MEIRELES

Os governos estaduais preveem dificuldades para pagar o 13º e o restante dos salários de servidores públicos até o fim do ano devido à grave crise fiscal. Pelo menos 24 unidades da Federação admitem oficialmente que não há caixa para pagar o benefício e que não há definição de como e quando o 13º será depositado na conta de dois milhões de servidores.

Mesmo com a ajuda esperada do governo federal, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Distrito Federal, Sergipe e Roraima não possuem hoje os recursos para honrar o compromisso, segundo os secretários da Fazenda. De acordo com a Veja, além do socorro do Tesouro Nacional, os estados contam com a recuperação da economia.

  • Foto: DivulgaçãoSalárioSalário

 O secretário estadual de Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes, disse que não é possível garantir que haverá o pagamento. “Não temos nada definido sobre o pagamento do 13º. Há um longo caminho ainda até o dia 20 de dezembro (prazo para o depósito). Não podemos garantir nada”.

Na próxima semana os governadores devem se reunir com o presidente Michel Temer para em busca de definição. Eles pedem um socorro de até oito bilhões de reais, em uma linha emergencial de financiamento. No entanto, Temer sinalizou que qualquer ajuda só deve vir do programa de repatriação de recursos do exterior.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB