Piauí - Jurema

Ex-prefeito Auricélio Ribeiro é condenado a 2 anos de cadeia

A sentença do juiz Agliberto Gomes Machado, da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí foi dada em 02 de junho de 2017.

GIL SOBREIRA

Acusado de falsificar documento público no intuito de fazer parecer à FUNASA que a prestação de contas do Convênio nº 123/2001 havia sido enviada pelo prefeito sucessor, o ex-prefeito do município de Jurema, Auricélio Ribeiro, foi condenado pela Justiça Federal a 2 (dois) anos e 03 (três) meses de reclusão e a multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) pelo juiz Agliberto Gomes Machado, da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí. A sentença foi dada em 02 de junho de 2017.

  • Foto: FacebookAuricélio Ribeiro Auricélio Ribeiro

Segundo o MPF, Auricélio Ribeiro falsificou a assinatura de Aurizolan Dias de Oliveira (prefeito de Jurema/PI em 2005) na prestação de contas referente a convênio com a FUNASA, e a enviou ao Ministério da Saúde, em abril daquele ano.

O juiz substituiu a pena de reclusão por duas penas restritivas de direitos, no caso, prestação pecuniária no valor de 10 salários mínimos vigentes em 2005 e prestação de serviços à comunidade ou à entidade pública, a ser fixada posteriormente.

Cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Outro lado

Procurado na manhã desta segunda-feira (05), o ex-prefeito não foi localizado para comentar o caso. O GP1 continua aberto para quaisquer esclarecimentos.

MAIS NA WEB