Enviar por e-mail
Enviar notícia por e-mail
Exemplo: [email protected] Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem
Comunicar erros
Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia
19/01/2016 - 11h28
Decisão

Ex-prefeito Isael Macedo Neto é condenado a 11 anos de reclusão

Os fatos que levaram à condenação dos réus são decorrentes de investigação policial denominada Operação Geleira.

THAIS GUIMARÃES, DO GP1
Atualizada em 20/01/2016 - 12h14
O juiz federal da Subseção Judiciária de São Raimundo Nonato, Pablo Enrique Carneiro Baldivieso, emitiu mandado de prisão, decretando a pena de 11 anos e quatro meses de reclusão para o ex-prefeito de Caracol, Isael Macedo Neto, e de nove anos de reclusão para os ex-secretários municipais Yuldeman Ribeiro Dias de Macedo e Idilvan Ribeiro Dias de Macedo, sendo todos em regime fechado e sem direito ao benefício de recorrer em liberdade.

De acordo com o Ministério Público Federal, entre janeiro de 2009 e setembro de 2011, o ex-prefeito do município de Caracol, Isael Macedo Neto, teria desviado R$ 1.305422,39 (um milhão, trezentos e cinco mil, quatrocentos e vinte e dois reais e trinta e nove centavos) do erário público.

O ex-prefeito teria simulado a aplicação dos recursos repassados em notas fiscais duvidosas com a ajuda do ex-secretário municipal de Administração de Finanças, Yuldeman Ribeiro Dias de Macedo, e do ex-secretário municipal de Saúde, Idilvan Ribeiro Dias de Macedo.

Yuldeman Ribeiro Dias de Macedo foi acusado de colaborar com o então gestor no desvio de verbas, simulando pagamentos de produtos discriminados em notas fiscais adquiridas de empresários e intermediários. Idilvan Ribeiro Dias de Macedo teria reconhecido e autorizado as despesas referentes a produtos não adquiridos pela Prefeitura de Caracol.

De acordo com a sentença proferida dia 13 de janeiro de 2016, a materialidade e a autoria dos delitos foram devidamente comprovadas. Os réus também foram condenados à inabilitação, por cinco anos, ao exercício de cargo ou função pública.

Os fatos que levaram à condenação dos réus são decorrentes de investigação policial denominada Operação Geleira.

Prisões

De acordo com a Polícia Federal, os ex-secretários Yuldeman Ribeiro Dias de Macedo e Idilvan Ribeiro Dias de Macedo foram presos na manhã desta segunda-feira (18), sendo encaminhados para o presídio de São Raimundo Nonato. Ainda segundo a PF, o ex-prefeito de Caracol, Isael Macedo Neto, continua foragido.






Keywords:

ex-prefeito isael macedo neto,

justiça,

condenado



Saiba mais sobre Notícias do Piauí
Avalie:
Média de avaliações:
1 votos
Comente esta reportagem
Comentário
Escreva aqui seu comentário
De onde você é?
Escolha um Estado
Escolha sua Cidade
Quem é você?
Informe o seu Nome
Informe o seu E-mail!

Comentários (0)

  • Não há comentários nesta notícia
tempo real