Mundo

Filho de Osama bin Laden se prepara para chefiar Al Qaeda

Desde a infância, Hamza não aparece na internet, mas seu discurso na gravação é exatamente igual de seu pai.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Hamza bin Laden, filho de Osama bin Laden apareceu em um novo vídeo de propaganda do grupo extremista Al Qaeda. Segundo o centro de monitoramentos de terrorismo SITE, no vídeo, o herdeiro jihadista, agora próximo dos 28 anos, envia uma mensagem aos seguidores do pai e pede que usem quaisquer meios disponíveis para atacar judeus, americanos e até russos.

“Se você consegue pegar uma arma de fogo, ótimo. Se não, as opções são diversas”, diz Hamza. O jovem não tem o rosto mostrado no vídeo, em que aparece somente imagens de ataques terroristas. Desde a infância, Hamza não aparece na internet, mas seu discurso na gravação é exatamente igual de seu pai.

Nos últimos anos, gravações com a voz de Hamza têm se tornado mais frequentes, o que indica que está no caminho para ser um nome importante na Al Qaeda.

  • Foto: ReproduçãoO filho de Osama Bin Laden, Hamza Bin Laden, em vídeo da Al Qaeda quando criançaO filho de Osama Bin Laden, Hamza Bin Laden, em vídeo da Al Qaeda quando criança

Segundo o oficial do FBI que liderou as investigações, após o atentado de 11 de setembro de 2001, Ali Soufan, Hamza ficou anos sem o pai antes de sua morte, porém, estudava a ideologia da Al Qaeda e escrevia cartas a Osama.

Depois da morte de Bin Laden, 2011, foram encontrados documentos em sua casa onde Hamza dizia “ser forjado em ferro” e afirmava que estava pronto para “marchar com os exércitos de Muajahadeen”, termo usado para se referir aos jihadistas.

De acordo com a Veja, quando era criança, Hamza aparecia em vídeos ao lado do pai armado e em treinamento com outras crianças. De acordo com o oficial do FBI, “ele tinha muito carisma e enorme habilidade de falar em público”. Na infância, ele funcionava como uma espécie de “garoto propaganda” do terrorismo.

“Hamza, a esse ponto, está sendo preparado para a alta liderança da Al Qaeda, para ter um papel ao longo do caminho na chefia da organização e, provavelmente, para unificar o movimento jihadista global”, disse Soufan.


MAIS NA WEB