Economia e Negócios

FMI afirma que Brasil só atingirá superávit primário em 2020

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o país deve voltar a ter um superávit primário “até 2019”.

DEISE KESSLER

Nesta quarta-feira (05), foi divulgado o relatório “Fiscal Monitor”, o qual informou que o Fundo Monetário Internacional (FMI) manteve a previsão de que o Brasil só voltará a ter um superávit primário (economia que o governo precisa fazer para pagar os juros da dívida pública quando as receitas superam as despesas) a partir de 2020.

  • Foto: DivulgaçãoFMI mantém projeção de que Brasil só atingirá superávit em 2020FMI mantém projeção de que Brasil só atingirá superávit em 2020

De acordo com o G1, para este ano, o FMI estima que o país terá um déficit primário de 2,8% do PIB (Produto Interno Bruto), ante previsão anterior, feita em abril, de 1,7% do PIB. Já em 2017, o déficit primário do Brasil deve cair para 2,2%; em 2018, para 1,2%; e em 2019, para 0,5% do PIB.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o país deve voltar a ter um superávit primário “até 2019”, destacando que isso dependerá da aprovação da PEC do Teto dos Gastos, e da retomada do crescimento econômico e da arrecadação de tributos.


Link do texto:

FMI afirma que Brasil só atingirá superávit primário em 2020
http://www.gp1.com.br/noticias/fmi-afirma-que-brasil-so-atingira-superavit-primario-em-2020-402371.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.