Piauí

Fraude em carros-pipa no sul do Piauí repercute no Jornal Nacional

O caso culminou com a prisão de duas pessoas em agosto desse ano no município de Jaicós.

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

A fraude de carros-pipa no sul do Piauí, que culminou com a prisão de duas pessoas em agosto desse ano no município de Jaicós, repercutiu nacionalmente, em uma matéria exibida no Jornal Nacional. A reportagem, de aproximadamente três minutos, foi ao ar nesse sábado (30).

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilRastreadores instalados pelo Exército eram retirados dos carros-pipaRastreadores instalados pelo Exército eram retirados dos carros-pipa

Na reportagem, foram entrevistados moradores da região afetada pela fraude, representantes do Exército Brasileiro, responsável por gerir o abastecimento de água e contratar os carros-pipa, e proprietários desses veículos, mais conhecidos como “pipeiros”. Segundo o relato de um agricultor, morador do município de Curral Novo do Piauí, os pipeiros, que deveriam buscar água potável em um poço localizado em Jaicós, estavam pegando água imprópria para o consumo em “barreiros” nas imediações.

Para atestar que o serviço estava sendo realizado corretamente, o Exército instalou rastreadores nos caminhões, o que foi fraudado por alguns pipeiros, que retiravam o aparelho e colocavam em motocicletas, para que o rastreador detectasse a circulação do veículo. A fraude foi descoberta pelo próprio Exército.

Prisões em agosto

A Polícia Civil do Piauí prendeu no dia 24 de agosto, em Jaicós, Ireno Rodrigues e Francisco José Macedo de Sousa, acusados de fraudarem a distribuição de água na região. De acordo com o delegado Miguel Carneiro, responsável pela investigação, Ireno era proprietário de um carro-pipa e havia retirado o aparelho de controle do Exército e colocado em uma motocicleta. Francisco José foi flagrado circulando na referida moto.

MAIS NA WEB